Dicas

Lagarta do pinheiro: quem está em risco e como tratar

Evitar a disseminação da praga

A solução para combater a praga da lagarta do pinheiro passa por medidas de controlo do inseto e nunca por abater as árvores infestadas.

Se encontrar lagartas do pinheiro numa área florestal, que não seja propriedade sua, deve afastar-se de imediato.

Caso as encontre nos espaços públicos das áreas urbanas, afaste-se e entre em contacto som as autoridades, como a Proteção Civil, a Câmara Municipal da localidade ou os serviços regionais do Instituto de Conservação da Natureza e Florestas (ICNF).

Se encontrar lagartas do pinheiro na sua propriedade, evite a sua dispersão com algumas medidas. Para qualquer um dos tratamentos, deve usar luvas, óculos apropriados, máscara de proteção no nariz e boca, proteger o pescoço e seguir as normas de segurança de aplicação indicadas nos rótulos de cada produto.

De janeiro a maio: destruir as lagartas em procissão e pupas no solo

  • Aplique cintas adesivas nos troncos das árvores, embebidas em cola à base de poliisobutileno (à venda em lojas da especialidade), para captura das lagartas na altura da procissão de enterramento.
  • Recolha manualmente e queime as lagartas encontradas no solo (cuidado com os pelos urticantes).
  • Obilize o solo, nos locais onde se suspeita de enterramento, para destruição das pupas.

De junho a setembro: usar armadilhas

  • Instale armadilhas impregnadas com feromonas sexuais para captura de machos (borboletas).

De setembro a outubro/novembro: use tratamentos bioquímicos

  • Até outubro, recorra a inibidores de crescimento, hormonas de muda dos insetos e inseticidas microbiológicos à base de Bacillus thuringiensis (apenas eficaz no estado de ovo ou nas primeiras fases do estado larvar, quando têm cerca de  8-10 mm de comprimento).
  • Normalmente eficaz entre setembro e novembro, use microinjeção no tronco (lagartas até 30 mm).

De outubro a dezembro: destruir ninhos

  • Remova manualmente os ninhos e, em seguida, queime ou injete um inseticida piretróide de síntese nos ninhos, durante o dia, quando as lagartas se encontram no ninho.