Dicas

Disfunção erétil: causas e tratamentos

18 julho 2013

18 julho 2013

A disfunção erétil poderá estar relacionada com uma doença cardiovascular ou diabetes. Ouse falar com o médico para identificar a causa e encontrar a solução para si.

Quase sempre há solução

Vida saudável
Perder peso, parar de fumar, fazer exercício físico regularmente e reduzir o consumo de álcool é benéfico no tratamento da impotência, sobretudo em homens com problemas cardiovasculares ou metabólicos, como diabetes.

Comprimidos
Os inibidores da PDE-5 são os mais usados. De eficácia equivalente, o Viagra, o Cialis e o Levitra diferem na dosagem, tempo de atuação e frequência com que são necessários. Atuam aumentando o fluxo sanguíneo no pénis. Não resultam em 25% dos casos e são menos eficazes em diabéticos. São contraindicados a cardíacos medicados com nitratos ou nitroglicerina. Respeite as indicações do médico.

Aplicação local
O alprostadilo é uma alternativa quando os comprimidos não funcionam. Aplica-se diretamente no pénis antes do ato sexual, através de injeção (Caverject) ou comprimidos para inserir na uretra (Muse).

Bombas de vácuo
À venda em sex shops e lojas de produtos pessoais, são uma opção para quem tem relações pontuais e não pode tomar medicação.

Implantes penianos
Poderão ser indicados quando nenhum outro tratamento funciona ou para quem prefira uma solução permanente, sem recorrer a medicação ou outros métodos. Consiste no implante de cilindros artificiais no pénis, insufláveis ou flexíveis.

Psicoterapia
O apoio psicológico, como terapia sexual, conjugal ou de grupo pode ser uma solução ou um bom adjuvante.