Dicas

Autoexame da mama bem feito

10 maio 2011

10 maio 2011

Funciona como complemento dos exames de rotina e dá a conhecer o corpo à mulher, mas alguns especialistas desaconselham-no por gerar ansiedade e exames desnecessários.

O autoexame regular da mama não substitui a mamografia de rotina, por ser ineficaz a detetar lesões iniciais, ainda não palpáveis. Pode também gerar ansiedade e exames desnecessários, pois tende-se a detetar alterações irrelevantes. Contudo, algumas mulheres sentem-se mais seguras ao fazê-lo. Se for o caso, siga as instruções à risca:

  • na semana seguinte à menstruação, observe os seios ao espelho com braços para baixo e, depois, para cima;
  • procure alterações no contorno da mama, zonas de endurecimento, inchaços, caroços e mudanças de cor na pele;
  • no banho, ao espelho ou deitada, coloque uma mão atrás da cabeça e com a outra palpe a mama oposta;
  • com os dedos esticados, percorra o seio na vertical, de cima para baixo, desde a axila até ao mamilo;
  • de seguida, comece na periferia até ao centro com movimentos circulares;
  • por fim, percorra a zona entre o mamilo e a periferia da mama e vice-versa, em movimentos de vaivém.