Notícias

O pó de talco causa cancro no ovário?

Não há evidência de que o uso de pó de talco na área genital aumenta o risco de cancro no ovário. A idade e condições que afetem o útero são os principais fatores de risco.

  • Dossiê técnico
  • Susana Santos
  • Texto
  • Sofia Frazoa e Filipa Nunes
30 janeiro 2020
  • Dossiê técnico
  • Susana Santos
  • Texto
  • Sofia Frazoa e Filipa Nunes
pó de talco espanhado

iStock

A polémica remonta a 2018, quando a marca Johnson & Johnson foi condenada a indemnizar, em 4 mil milhões de euros, 22 mulheres que se queixaram de ter desenvolvido cancro nos ovários por usarem pó de talco.

Algumas mulheres usam pó de talco na vulva (área genital externa) por questões de higiene e esta prática tem sido associada ao cancro do ovário. Um novo estudo, efetuado com 250 mil mulheres, mostra que o uso de pó de talco não aumenta o risco deste tipo de cancro, o que pode dar algumas garantias a quem o utiliza. As mulheres elegíveis para o estudo foram acompanhadas por uma média de 11,2 anos.

Os resultados mostraram que não havia diferenças estatisticamente significativas de risco de cancro do ovário entre as mulheres que usavam e as que não usavam pó de talco na área genital. Os investigadores referem que não podem descartar um aumento muito pequeno do risco, mas que será insignificante porque não chegou a aparecer no estudo. A diferença é pequena o suficiente para que o cancro pudesse surgir por outras razões e não devido ao uso de pó de talco.

Os números foram semelhantes quando os investigadores compararam mulheres que usavam talco semanalmente ou o usavam há mais de 20 anos.

Os principais fatores de risco para o cancro do ovário são a idade e condições que afetem o útero, como a endometriose e a alterações genéticas. Outros fatores de risco podem incluir excesso de peso ou obesidade e tabagismo.

Não é necessário usar pó de talco ou outro produto na vulva por razões de higiene. O uso de produtos perfumados pode causar irritação na pele sensível. Lavar a zona com água é suficiente.

 

O conteúdo deste artigo pode ser reproduzido para fins não-comerciais com o consentimento expresso da DECO PROTESTE, com indicação da fonte e ligação para esta página. Ver Termos e Condições.