Guia de compras

Protetores solares para crianças: guia de compras

12 maio 2016
Como comprar protetores solares para crianças

12 maio 2016
Usar um protetor solar adequado sempre que permanecer ao ar livre é indispensável para assegurar a saúde da pele. Um bom produto deve conferir proteção contra as radiações e ser fácil de aplicar.

A capacidade de defender a pele dos UVB é indicada pelo fator de proteção solar, apresentado nos rótulos através das siglas FPS ou SPF (do inglês Sun Protection Factor). Um produto com fator 30 deve impedir a passagem de 96,7% da radiação UVB e um 50+, como os testados, deve bloquear 98,33 por cento. Contudo, nenhum creme escuda a pele a 100 por cento. 

O SPF nada diz sobre a proteção contra a radiação UVA. A Comissão Europeia recomenda aos fabricantes que a incluam: o índice deve corresponder a, pelo menos, um terço do fator de proteção solar anunciado. Os rótulos devem publicitar a proteção UVA, mas não são obrigados a mostrar o valor.

A radiação é essencial ao organismo. Permite a produção de vitamina D, importante para a fixação do cálcio nos ossos, e ajuda a tratar doenças como a psoríase e a icterícia. Mas, em excesso, é nociva. A exposição descuidada durante a infância é a mais perigosa, porque as crianças ainda não têm as defesas completamente desenvolvidas. 

Os protetores com perfume, ingrediente desnecessário em cosméticos para criança devido ao risco de alergias, estão entre os mais bem avaliados pelos consumidores. A lei não proíbe o uso de algumas alegações sem significado ou enganadoras. A maioria dos produtos testados autoproclama-se “hipoalergénica”, classificação sem significado, já que nenhum ingrediente está isento de risco no que respeita às alergias. Tudo depende da sensibilidade do utilizador.

A indicação “sem parabenos” é outra que apenas serve de argumento de venda; o methyl e o ethylparabenos, por exemplo, são considerados sem risco. A ausência de parabenos pode ser compensada por outros ingredientes cuja segurança está pouco estudada. É o caso de um dos produtos em teste, que inclui ethylhexyl methoxycinnamate (OMC), um desregulador endócrino que pode afetar a produção de hormonas pelo organismo e reduzir a fertilidade. A sua utilização é permitida por lei. Contudo, dados os potenciais riscos, penalizamos o produto que inclui a substância e, se possível, evite o seu uso. 

Durante a época balnear, muitas lojas fazem promoções de protetores, que, em geral, valem a pena. Os formatos familiares têm muitas vezes o mesmo custo das embalagens normais. Compare o preço por litro, para fazer as melhores opções e obtenha uma poupança de cerca de 20 euros por 200 mililitros com as nossas escolhas acertadas.