Guia de compras

Cremes antirrugas: guia de compras

18 maio 2016
Como comprar cremes antirrugas

18 maio 2016
Não se deixe seduzir pela publicidade. Os antirrugas e os produtos cosméticos em geral são pródigos em alegações não provadas em termos científicos ou sem controlo legal.
Vários cremes prometem uma redução rápida das rugas, mas, dos que testámos em laboratório, muitos ficaram aquém do anunciado. Além disso, alegações como “hipoalergénico” ou “dermatologicamente testado” não garantem que o produto está isento do risco de alergias.

Apesar de não reverterem o envelhecimento da pele, os cremes ajudam a mantê-la hidratada e a conservar a elasticidade e o aspeto suave, um cuidado sobretudo importante no inverno. O aparecimento de rugas depende de fatores genéticos, impossíveis de controlar, mas também do estilo de vida, que podemos mudar com algumas boas práticas.

Evite a exposição direta ao sol entre as 11h00 e as 17h00, quando os raios ultravioletas, responsáveis pelo envelhecimento, se encontram mais fortes. Pelas mesmas razões, procure não frequentar solários, sobretudo se tem pele clara.

Nas horas de maior calor, abrigue-se do sol com chapéu, manga comprida e protetor solar. Os efeitos negativos da exposição solar são cumulativos e favorecem o surgimento de rugas.

Deixe de fumar. As rugas faciais aumentam com o número de cigarros consumidos e os anos durante os quais fumou.

Os banhos demasiado quentes e o gel ou sabonete agressivo secam e danificam a pele.

Imprimir Enviar por e-mail