Dossiês

Cuidados com o sol: protetor solar é essencial

04 agosto 2022
Cuidados com o sol

Abuse do protetor, use chapéu, evite a praia nas horas de maior calor e proteja as crianças. As roupas sintéticas e escuras defendem melhor a pele.

Início

O sol tem um efeito benéfico sobre o estado de espírito e é indispensável para certas funções corporais, como a síntese de vitamina D. Mas a exposição excessiva provoca o envelhecimento precoce da pele. Além disso, pode ser responsável pelo aparecimento de lesões cancerosas.

Evite-o durante as horas mais quentes do dia, entre as 11h00 e as 17h00, e aplique frequentemente protetor solar com fator de proteção 30 ou superior.

Até aos seis meses, não leve os bebés à praia e, até um ano, evite a sua exposição direta à luz solar. Proteja as crianças com creme solar de índice elevado, t-shirt e boné.

Proteger a pele da exposição solar

O protetor deve ter um fator de proteção solar mínimo de 30, seja qual for o tipo de pele. Os tons mais escuros e os negros não dispensam estes produtos. Não se esqueça ainda de que nenhum produto defende a pele a 100%, pelo que deve evitar a exposição excessiva ao sol. 

Coloque o protetor cerca de 20 a 30 minutos antes de se expor ao sol, para que a pele o absorva bem. Para o corpo, precisará de cerca de 35 mililitros (ou sete colheres de chá). Aplique o equivalente a seis colheres de chá nos braços, nas pernas, nas costas, na barriga e no peito, sem esquecer as mãos e os pés. No rosto, use uma colher de chá. Repita a operação a cada duas horas, após mergulhar e se transpirar muito, mesmo que o rótulo refira que é de longa duração ou à prova de água.

Evite o sol entre as 11h00 e as 17 horas. Em caso de onda de calor, não vá à praia.

No início das férias, não se exponha durante muitas horas seguidas. Proteja a pele mesmo depois dos primeiros dias. Movimente-se e molhe-se frequentemente e não adormeça ao sol, para evitar escaldões.

Mesmo que esteja um pouco enevoado, que se proteja debaixo do guarda-sol ou use t-shirt, aplique protetor solar em todo o corpo e não apenas nas zonas expostas. Uma parte dos raios solares consegue atravessar estas barreiras e é refletida pela areia e água.

Proteja-se não só na praia mas em qualquer desporto ou atividade ao ar livre, como caminhada e jardinagem.

Para o exterior, escolha o vestuário tendo em conta o controlo da temperatura corporal e a proteção da radiação ultravioleta: o algodão simples ou com mistura de poliéster funciona em ambos. Já as cores escuras são quentes, mas mais eficazes contra os raios UV.

Evite a exposição ao sol depois de depilação ou peeling, pois a pele fica mais sensível.

A pele das crianças é mais sensível aos raios ultravioleta. Muitos casos de cancro de pele têm origem em escaldões durante a infância. A partir dos seis meses, coloque-lhes regularmente protetor solar com índice elevado. Proteja-as ainda com boné e t-shirt seca e escura, pois as molhadas deixam passar mais facilmente os raios ultravioleta.  

Exclusivo Simpatizantes

Para ler, basta ter conta no site (disponível para subscritores e não-subscritores).

Entrar

Não tem acesso? Criar conta gratuita

 

O conteúdo deste artigo pode ser reproduzido para fins não-comerciais com o consentimento expresso da DECO PROTESTE, com indicação da fonte e ligação para esta página. Ver Termos e Condições.