voltar

Cancelamento S4153

Caso encerrado Resolvida sem sucesso

Esta reclamação é pública

Reclamação

J. O.

Para: SATA

02/11/2022

Venho por este meio comunicar a ausência de respostas ante o cancelamente sem pré-aviso e sem explicação do voo S4153, Lisboa-Horta, do dia 19/10/22. A SATA, dirimindo-se da sua responsabilidade de assistência em terra ante cancelamento, enviou para o passageiro todas as despesas associadas, excepto realocação em novo voo (dia 20/10/22 às 07.45h), de alojamento, alimentação, transportes, etc....Apesar disso, entregam no balcão na porta de embarque um papel em que dão instruções para que o passageiro lide com esses contratempos, indicando também os limites monetários internos da SATA quanto a estas despesas. O passageiro, neste caso eu, tentei fazer o melhor possível para me adaptar, não tendo sido possível. Quando solicitado o reembolso de tais despesas à companhia (com envio de respectivas faturas em nome da SATA), escudam-se no papel entregue, em nada de acordo com a diretiva CE 261/2014, para proceder apenas a um reembolso parcial das despesas inerentes. È o meu entender, e lidos os apartados correspondentes de tal directiva europeia que as normativas internas da companhia, visto se ter dirimido da responsabilidade de assistência em solo ao passageiro, não se sobrepõem às europeias. Para além disto, apresentada devida reclamação à companhia para compensação monetária pelos transtornos causados, perda de tempo efectivo de trabalho (reclamação: SATA0543300) é apresentada a solução de conversaão de compensação em voos/produtos. Já posso-o vouchers desta companhia, dada a frequência de atrasos e cancelamentos, pendentes de uso, pelo que recusei a oferta. Ainda não obtive resposta quanto ao tipo de compensação solicitado.

Solução pretendida

  • Reembolso: € 175,00
  • Compensação