voltar

Grávida de 30 semanas com criança de 8 anos e voo atrasado

Esta reclamação é pública

Reclamação

P. L.

Para: TAP-Air Portugal

06/08/2022

Venho por este meio reportar uma situação que não considero aceitável, quanto mais prática comum. Por ser a companhia de aviação portuguesa, e apesar de já ter tido algumas situações no passado, nos últimos tempos não tinha ficado particularmente desagradada com o serviço da TAP. No entanto, nestas férias, viajar com a TAP tem sido um pesadelo. Viajei grávida de 30 semanas para o Funchal. Tinha um voo de partida de Lisboa as 22h30 que acabou por atrasar e cheguei ao Funchal quase as 02h, completamente arrasada porque o voo não tem condições nenhumas para grávidas, nomeadamente espaço para as pernas, é porque tinha comigo o meu filho mais velho de 8 anos que também acabou por adormecer em cima de mim. Acabei por não reclamar, optando apenas por preencher o questionário de satisfação da companhia. No entanto, no voo de regresso a Lisboa, que estava previsto para as 19h15, para já o horário previsto é 21h25 mas não acredito que não atrase mais. Uma vez mais, estou grávida, ando com bagagem atrás desde as 12h (hora em que fiz o check Out do hotel), estou super cansada e ainda tenho o meu filho também exausto. A cereja no topo do bolo e que apesar de ser cliente TAP Miles&Go, quando fiz o check in online ontem, e apesar de ter sido eu a comprar os 4 bilhetes através da minha conta de cliente, cada um de nós está num sítio diferente e o meu filho menor ficou inclusivamente numa fila diferente da minha. Para alterar os lugares tenho de pagar. Isto não é serviço de qualidade. É sim um serviço miserável de uma companhia que me parece pior do que low cost. Isto não se faz a ninguém, principalmente a pessoas mais debilitadas fisicamente e a crianças.

Solução pretendida

  • Reembolso: € 500,00
  • Compensação