voltar

Sinistro Auto- vítima de atropelamento sem assistência médica

Caso encerrado Resolvida sem sucesso

Esta reclamação é pública

Reclamação

M. R.

Para: Generali - Companhia de Seguros, S.A.

03/05/2022

Boa tarde Venho por meio desta registrar reclamação e solicitar a V. Exas. encaminhar a Generali Seguros. No dia 01/04/2022 fui atropelada na passadeira por um veículo segurado da Tranquilidade (Generali Seguros), apólice 0003965851, sinistro 0018331757. Do local do sinistro fui levada para o Centro Hospitalar Vila Nova de Gaia/Espinho através de ambulância dos Bombeiros. No hospital foram constatadas lesoes/escoriações na cabeça, nos 2 joelhos e no queixo. No dia 12/04/2022 a advogadada da seguradora foi a minha residência, onde os esclarecimentos sobre o sinistro foram levantados. No mesmo dia 12/04/2022 entrei em contato com a Seguradora para solicitar que me fosse agendado/encaminhado para atendimento médico. A Seguradora nunca, até hoje dia 03/05/2022, agendou o atendimento médico. A seguradora reconheceu no dia 19/04/2022 a responsabilidade pelo pagamento de todas as despesas referentes a este atropelamento, porém até o momento não cumpriu com a sua responsabilidade. Fiz ligações para Central de Apoio da Tranquilidade nos dias 12, 13, 19, 26, 28/04/2022 e dia 02/05/2022, para reiterar pedido de agendamento com médico, o que me respondem que vão atende e que devo aguardar, porém até agora, mais de 1 mês do atropelamento, nada foi agendado e estou sem assistência médica da Seguradora. Pelo total descaso da Seguradora, até o momento todo atendimento que tive foi através do sistema público SNS (nos dias 01/04/2022 - Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaaia/Espinho; dia 12/04/2022 médico da família; dia 27/04/2022 médico da família e novamente 27/04/2022 no Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaaia/Espinho). Pelo exame, foi constatado ruptura dos ligamentos do joelho esquerdo e a Seguradora continua a negligenciar o que é de sua responsabilidade. SInto dores todos os dias. Além da falta de indicação de um médico, a Seguradora não me reembolsou até o momento as duas despesas que já tive, um exame de Ressonancia Magnética no valor de €250,00 e €63,00 referente a joelheira, todos estes solicitados sob prescriçãao médica. Peço, através deste canal, as urgentes providências da Seguradora Generali: assistência médica e ressarcimento de todas as despesas passadas e futuras.

Solução pretendida

  • Assistência médica e reembolso das despesas até o momento e futuras.