voltar

Não admissão em loja Minipreço por entrar com Mochila às costas

Caso encerrado Resolvida sem sucesso

Esta reclamação é pública

Reclamação

S. D.

Para: Dia Portugal

22/03/2022

Reclamação por me ter sido barrada entrada na loja do Minipreço de Camarate, Praça 1º de Maio por trazer mochila às costas Eu Sérgio Iahaya dos Santos Daúde venho por este meio apresentar queixa contra a forma como fui tratado na loja (Minipreço-Dia Portugal) situada naPraça 1º de Maio, Lote 7 e 8 - Camarate por, no dia 19 de Março de 2022 me ter sido barrada a entrada na loja pelo vigilante(segurança) da empresa de segurança Shield que estava de serviço às 17 horasde serviço, sr. AdelinoVaz da Cruz, com número de Cartão do M.A.I. 126850021 com o "fundamento" de que eu não poderia aceder ao interior da loja por trazer uma mochila às costas, tendo o mesmo senhor "ordenado" que só poderia entrar na loja se deixasse a minha mochila na caixa onde se efectuam os pagamentos. Fui ameaçado de que iriam chamar a polícia, o que fizeram, tornando a situação realmente do mais absoluto surreal, sendo que como cidadão português, tenho o direito ao consumo (de acordo com o Art.60 da Constituição da República Portuguesa direito válido mesmo para cidadãos não nacionais.) É também um facto de que não existe disposição escrita na loja de que se devam deixar bens e pertences pessoais nas caixas e que caso havendo eu deixado saco mochila ou pertence meu na caixa e esse desaparecesse, tomariam a segurança da loja, ou os funcionários responsabilidade por furto ou extravio de coisa alheia minha ou de outrém? -certamente que não, nem tão pouco dispõe a loja de funcionários em numero suficiente para vigiar um "suposto e hipotético tamanho número de objetos que alí seriam deixados" , e nem dispõe a loja de secção onde se guardem mochilas ou outros pertences.... A vossa loja de camarate dispõe de pelo menos 3 caixas sendo que regra-geral apenas duas, o mais frequentemente uma, está a funcionar, sendo que não dispõe a loja de funcionários em número suficiente para que atendam os clientes e em simultâneo vigiem os pertences “ que o segurança diz que devem ser deixados na linha de caixa. É inclusive comum nesta loja, os clientes ficarem numa fila de mais de 15 pessoas, nos horários ditos de ponta, o que também pressupõe que não poderia fazer boa vigilância de bens alheios (sacos e mochilas). -Chamado o gerente de loja, este em conjunto com o segurança tentaram mostrar-me uma placa que dizia que "deveríamos mostrar os sacos à saída, mas que não referia nada sobre entradas nem fazía referência sobre que objetos poderiam entrar, ou que explicitasse alguma coisa sobre deixar mochilas na caixa de pagamento. - Chamou-se a Polícia que não pôde aferir pela legitimidade da alegação do Segurança de que eu não poderia entrar com a mochila... Tendo exercido o meu direito ao consumo, entrei na loja à mesma e fiz as minhas compras , as quais paguei com cartão multibanco, tendo-me sido emitida fatura FT 021070320220102/00000313 tendo eu sido atendido na caixa 3 pelo empregado com o código 57388, às 17:23 hora que se deu o incidente causado pelo segurança acima mencionado. O funcionario da caixa de pagamento não tomou parte do incidente tendo se sucintado à sua função. A razão pela qual apresento esta reclamação é para mostrar o meu profundo desagrado com o desrespeito pelos meus direitos cívicos, que foram desrespeitados nessa loja pela segunda vez. - Cordialmente (pois o mau serviço de alguns funcionários não deve desprestigiar a marca) : subscrevo-me, Sérgio Daúde P.S. - Foi feita reclamação em livro de reclamações presente na loja, 23790068 - Gostaria de saber se existe alguma obrigatoriedade de se deixarem sacos e mochilas nas caixas de pagamento e se isso é razão de exclusão para impedir a entrada numa loja, sendo que objetos da propriedade dos clientes não têm qualquer garantia de segurança por parte dos funcionários....

Solução pretendida

  • Quero que a empresa me peça desculpas e que explicite a obrigação de se deixar sacos e mochilas de forma clara e pública e que se responsabiize pelos objetos que sejam deixados sobre essas premissas nas caixas