voltar

Pagamento de fatura de reparação

Auto-Lameirão, Lda.
Com intervenção da DECO PROTESTE

Esta reclamação é pública

Reclamação

C. P.

Para: Auto-Lameirão, Lda.

07/12/2021

Exmos. Senhores, Fui interpelado(a) para proceder ao pagamento da(s) fatura(s) n.° FA 167A, de 05-07-2021, no valor de €246,00, a qual eu já tinha informado que não procederia ao pagamento, pelos motivos que passarei a indicar: - contactei a oficina 3 vezes, porque o meu carro não pegava, e dessas 3 vezes não me resolveram o problema. - a viatura esteve na oficina, fiquei sem transporte alguns dias e foi-me entregue com o mesmo problema, pois não conseguiram solucionar, nem tão pouco fui informada do mesmo - a viatura por vezes pegava, outras não, portanto só verifiquei quando avariou novamente (esta situação já ocorria antes da suposta reparação). - ainda de acrescentar que na respectiva fatura consta o valor de €40,00 por serviço de reboque prestado; tendo esse direito na assistência da Zurich, nunca iria pagar pelo serviço do mesmo, que foi solicitado à seguradora no dia 9 de janeiro de 2020 (facto confirmado com a mesma). - no verão desse ano, 2020, em viagem para casa (Golegã, Ribatejo), a viatura avariou na A1 e depois de chamar o serviço de assistência foi diretamente para uma oficina no Entroncamento, onde foi reparado e onde paguei a quantia de €577,03. - a Auto-Lameirão enviou-me a fatura mais tarde, via CTT, cobrando serviços que nunca iriam solucionar o problema (informação dada pelo mecânico do Entroncamento quando o questionei acerca dos serviços descriminados na fatura). - à data de hoje recebi notificação da advogada a pedir pagamento da dívida até dia 13 de dezembro, sob pena de recorrer à via judicial se não o fizer. Assim, serve a presente missiva para me opor ao pagamento do valor supra referido. Aguardo resposta por escrito e anulação da fatura. Com os melhores cumprimentos, Cláudia Marisa Pereira

Solução pretendida

  • Anulação da fatura

Resposta (1)

Enviada à DECO PROTESTE a 10 dezembro 2021

C. P.

Para: DECO PROTESTE

10/12/2021
Esta resposta é privada