Esta reclamação é pública

Reclamação

E. C.

Para: Tranquilidade

30/11/2021

Venho por este meio reenviar email enviado à minha companhia de seguros sobre uma questão pendente desde de Agosto. Gostaria de saber se seria possível obter a vossa ajuda. Estou disponível para qualquer esclarecimento Elisabete Cardoso Tlm 936873691 ————————-/—————-/———————— Venho por este meio apresentar a minha reclamação por todo o comportamento, falta de profissionalismo e mau atendimento da Advance Care, em relação a uma reclamação apresentada. Vou passar a explicar: Em Fevereiro de 2018 recorri a um Hospital Privado para uma consulta de Hematologia, encaminhada pelo meu ginecologista após estar a ter várias perdas de sangue vaginais. Nesse mesmo dia fiz análises e fiz uma reposição de ferro intravenoso, pois estava com anemia. Decorridos 3 anos e meio, sou surpreendida com a informação que a Tranquilidade/Advance Care recusou o pagamento deste procedimento. Apresentei uma reclamação, via email, no dia 27/08/2021, questionando o motivo da recusa e o porquê de se lembrarem de tal assunto anos depois. Na resposta, temos a primeira mentira alegando que a fatura só foi enviada pelo HPA em Janeiro, quando tenho conhecimento que foi enviada no próprio dia da consulta, seguindo-se várias trocas de emails posteriores. A justificação para a recusa da comparticipação está na seguinte cláusula do meu contrato "consultas, exames ou tratamentos de emagrecimento, incluindo os relativos à obesidade mórbida e rejuvenescimento". Ora, eu realizei, de facto um bypass gástrico em 2014 que em nada está relacionado com a toma de ferro. Eu fui encaminhada a esta consulta de Hematologia pelo meu ginecologista após perdas de sangue vaginais (tal como é referido no relatório médico). Durante a consulta referi que tinha um bypass como refiro sempre que tenho uma consulta com um especialista que não tem conhecimento do meu historial médico. E esta informação foi colocada nas observações. Não que é justificação, apenas ficou a informação "tem bypass". Aliás está no relatório explicito que ali estava por perdas de sangue. O primeiro ponto que reclamamos com a seguradora foi, precisamente, relacionado com a cláusula apresentada pois não se aplica ao procedimento realizado, pois não se tratou de nenhuma consulta, exame ou tratamento de emagrecimento. Simples. No meu contrato estão outras exclusões relacionados com outras patologias, nomeadamente as alíneas J e K em que aí sim, fica explícito que a seguradora nao comparticipa as implicações derivadas da patologia: J) transplante de órgãos e SUAS IMPLICAÇÕES K) Sida e SUAS IMPLICAÇÕES Nada é referido sobre implicações derivadas de cirurgias de emagrecimento. Só por aqui, o assunto poderia e deveria ter terminado. No entanto, mesmo que não fosse o caso, ficou provado que a toma de ferro nada tinha a ver com esta cirurgia realizada em 2014! No dia 13/09 envio o meu pedido de esclarecimento, apresentando todas estas justificações. Ponto 1: A clausula não se aplica por não ser nemhuma consulta, exame ou tratamento relacionado com emagrecimento. Ponto 2: Mesmo que a cláusula se aplicasse, provamos que a anemia e consequente toma de ferro em nada teve a ver com consequência do bypass mas sim, consequência de perdas de sangue vaginais. A senhora Ana Isabel Martins responde no dia seguinte, 14/09, ignorando por completo o ponto 1 e pedido apenas o relatório médico da consulta que, recordo, foi em Fevereiro de 2018. No dia seguinte enviei os documentos solicitados, voltando a questionar sobre o ponto 1. A 17/09 recebo a resposta que o relatório fala em bypass... já expliquei as circunstâncias em que este está referido, como podem ver pelo relatório que envio em anexo. Explico novamente que, mesmo que fosse o motivo, esta não está excluído na cláusula que alega e volto a explicar que a baixa de ferro foi por motivos ginecológicos. Mais uma vez a questão é ignorada. O ultimo email que tenho desta senhora é de 9 de Outubro que diz que só irao reanalisar o processo quando enviar novo relatório do médico que prescreveu a toma do ferro, acrescentando " assim que a informação for analisada, ser-lhe-ão enviadas as respostas às questões colocadas pela nossa área clinica". Questões que faço desde Agosto e que esta senhora deliberadamente ignora porque sabe que eu justifiquei com razão. Atentos no surreal que é solicitar um novo relatório a um médico de um Hospital Privado, que consultei há 3 anos e meio, mas enviei novo relatório no dia 25 de Outubro. Até hoje, nunca tive uma resposta. Ja enviei vários emails, já liguei e ninguém, absolutamente ninguém fala connosco. Esta senhora que sempre respondeu mal, mas rápido, nunca mais respondeu. Ao telefone dizem-me que respondem sempre em 20 dias úteis no máximo. Esse prazo terminou no dia 24 de Novembro e eu já não sei o que fazer mais com tanta falta de respeito. No meio de toda esta falta de profissionalismo, para não alongar mais, temos o HPA, Hospital Particular do Algarve, que já nos enviou os 2 aviso para pagamento e a carta do seu advogado. Também já nos ligaram várias vezes e sabemos agora que se não for resolvido até 15 de Dezembro, seguirá para a execução coerciva da dívida. Estamos mesmo numa situação limite com uma dívida que não me é devida e a ser ignorada apenas por desporto e maldade. Já provamos de todas as formas e inequivocamente que a seguradora deve assumir este pagamento e por isso pedimos respeito como clientes e exigimos à Tranquilidade que assuma a responsabilidade e: 1) Pagamento urgente ao HPA da vossa divida que se encontra em meu nome. 2) Reconhecimento por escrito que estes procedimentos não se enquadram na clausula como exclusão. 3) Pedido de desculpa formal da companhia pelos erros e transtornos causados 4) Abertura de um processo à gestora da reclamação, Ana Isabel Martins, pela falta de profissionalismo, por ignorar deliberadamente as minhas questões desde o primeiro dia. Aguardo resposta célere Elisabete Cardoso Nif: 245118500

Solução pretendida

  • Reembolso: € 208,00
  • Pagamento

Resposta (1)

Tranquilidade

Para: E. C.

30/11/2021

Caro/a cliente, Agradecemos o contacto efetuado. Recebemos o seu pedido que registámos com o nº 03083496. Vamos responder-lhe nos próximos dias. Aceda ao nosso chat em tranquilidade.pt ou utilize o nosso WhatsApp para esclarecer as suas dúvidas, pedir referência multibanco, envio de documentos e outros assuntos. Obrigado Customer Care Apartado 8201 1803-970 Lisboa T: WhatsApp (mensagem) 917 775 432 (Dias úteis09h00-19h00) [Assinatura] [s:tranquilidade.my.salesforce.com/servlet/servlet.ImageServer?oid=00D0Y000001e1dnandesid=0186M000015LyTOandfrom=ext]