voltar

Dívida inexistente apresentada na central de créditos do Banco de Portugal

Caso encerrado Resolvida sem sucesso

Esta reclamação é pública

Reclamação

T. G.

Para: Whitestar Asset Solutions, S.A.

23/08/2021

A empresa whitestar apresentou uma dívida inexistente ao Banco de Portugal . A qual já reclamei junto da mesma . Chegaram a enviar me uma carta a pedir desculpas divido a um problema informático mas a dívida continua lá na central de crédito . Carta Tânia Isabel Madeira Goncalves Urb qta das moças n29 Monte da Ria 8005-231 Faro Hefesto Stc, SA Avenida Almirante Gago Coutinho, 30 1000-017 Lisboa, Portugal Carta registada com aviso de receção Assunto: Prescrição de dívida inexistente, utilização indevida de dados . NIF:223763390 Exmos. Senhores, Após ter sido interpelado(a) para proceder ao pagamento de uma dívida inexistente os quais os srs já reconheceram através do envio de 4 cartas a inexistência da mesma a qual anexo cópia . Venho a constatar que a vossa empresa comunicou ao Banco de Portugal uma dívida no valor de 136,48€ Não reconheço a vossa empresa nunca tive qualquer contacto com a vossa empresa exceto através de telefonemas indevidos e impróprios para que reconhece se um crédito com vocês inexistente . Nunca contratei com a vossa empresa ou dei autorização de cedência de dados aos srs . Também não dei qualquer consentimento para constar na vossa base de dados e exigo ser retirada , não pretendo ter qualquer contacto com a vossa empresa seja por telefone ou e-mail ou carta . Quanto á dívida que os srs declararam em meu nome como crédito pessoal datada de 01- 04- 2012 como crédito pessoal encontra se prescrita desde 2014 nos termos da lei 303 do código civil pretendo invoca lo. Face ao exposto, a dívida invocada por V. Exas encontra-se claramente prescrita pelo que, desde já, exijo que o seu registo seja eliminado de quaisquer bases de dados e que o meu nome seja retirado da lista de devedores e da central de Responsabilidades do banco de Portugal . Assim, serve a presente missiva para me opor ao pagamento do valor supra referido, invocando expressamente a prescrição para todos os efeitos legais. Aguardo resposta por escrito e anulação dos valores prescritos, no prazo máximo de 8 dias, não devendo ser novamente importunada pelos srs Com os melhores cumprimentos, Faro, 15 de Julho 2021

Solução pretendida

  • Reparação