voltar

Atraso no reembolso

Esta reclamação é pública

Reclamação

C. M.

Para: TAP-Air Portugal

04/05/2021

Em Janeiro de 2020 fiz a reserva de 1 voo Lx-Rio Janeiro (3 passageiros) para Dezembro do mesmo ano. Em Setembro, e já em plena pandemia, fazendo uso da possibilidade da alteração dos voos prevista na lei e pela própria TAP, contatei o vosso call center para efetuar o reagendamento para data posterior. Fui informada que os voos para o ano seguinte ainda não estavam disponiveis mas que se pretendesse poderia cancelar a viagem sem penalizações (apenas os custos administrativos que seriam 20/30 euros por bilhete). Seria então emitido um voucher om validade de 12 meses que poderia utilizar mais tarde quando fosse conveniente. Para o efeito teria eu propria que efetuar o cancelamento no site. Face às explicações e garantias dadas pela colaboradora, e seguindo as suas instruções, efetuei o cancelamento tendo o sistema emitido de imediato 3 ROR (21771146260, 217711462201 e 217711462101 que continuam no vosso site com a indicação que estão em análise). Esta situação sucedeu em SETEMBRO de 2020. Em Dezembro e sem que tenha sido reembolsada em cash ou recebido o voucher prometido, contatei-vos (reclamação 2020-0002006621) e reclamação 2020-0001986465. São incontáveis as chamadas efetuadas e os emails enviados. Informam-me sempre que irão proceder ao reembolso com urgência mas até à data sem resultados. Encerram as reclamações feitas por mim sem que o cliente tenha sido ressarcido ou que receba qualquer explicação ou resposta. Após umas semanas passam ao estado de "RESOLVIDA" sem que seja verdade. Acresce que efetuei ainda o pagamento da reserva de lugar. Gastei nesta reserva um total de 1.289,70€. Com esta situação, vejo a minha familia impossibilitada de gozar uns dias de férias e acho absolutamente ultrajante nem receber uma resposta vossa. O voo de regresso estava marcado com outra companhia aerea que já procedeu ao reembolso 2 meses depois (Novembro de 2020). Irei ter essa situação em conta quando puder viajar novamente. Darei sempre prioridade a empresas que protejam os seus clientes e que não os enganem e os delapidem dos seus bens à descarada. O que os senhores estão a fazer é feio, ilegal e imoral : 7 meses depois continuo à espera.

Solução pretendida

  • Reembolso: € 1289,70