voltar

Recensão de contrato com o Grupo Interpass

Com intervenção da DECO PROTESTE

Esta reclamação é pública

Reclamação

A. G.

Para: Interpass

26/02/2021

Exmos.(as). Senhores(as) Venho solicitar a vossa ajuda para resolver um problema que já nos tem preocupado á algum tempo. Tudo teve início quando a minha filha mais velha se deparou com um anúncio muito tentador na sua rede social, no qual lhe dava a oportunidade de participar de um concurso em que se habilitava a uma viagem para toda a família, a única coisa que teria de fazer era escrever uma frase criativa sobre o tema proposto e poderíamos ganhar uma viagem grátis sem qualquer compromisso (e com enfase no Grátis), ela assim o fez e umas semanas depois fomos contactados pelo clube de viagens (Interpass) fazendo nos acreditar que ela tinha ganho o concurso ( coisa que achamos ter sido uma fachada porque quando fomos falar com os representantes presencialmente nem chegaram a falar do tal concurso ou nos deram um certificado como a minha filha viu nas fotos de “participantes anteriores”). Enfim, eu e a minha esposa (pediram que fossemos juntos obrigatoriamente que fossemos os dois) fomos até ao Riviera Hotel onde iriamos supostamente receber a nossa viagem gratuita, mas para realizarmos a tal viagem (que nunca chegamos a realizar) fomos persuadidos a assinar o contrato “Family Gold” , então a 15 de dezembro de 2020 assinamos e pouco depois ainda dentro do prazo de reflexão deparamo-nos com uma situação muito descontente além de eu e a minha esposa termos sido obrigados a suspender atividade devido ao confinamento causado pela pandemia, ela e a minha filha contraíram o vírus covid-19 e com tantas despesas não nos podíamos dar ao luxo de pagar o valor do contrato de algum que não iriamos usufruir de momento então refletindo mais sobre a nossa escolha decidirmos para já cancelar o contrato que fizemos com interpass, começamos por contactar o grupo mas sem sucesso isso a 2 de Janeiro ( tínhamos o prazo de 15 dias uteis para refletir e decidir se queríamos continuar ou rescindir o contrato) continuamos a tentar por telefone mas sempre sem sucesso, foi então que a 3 de janeiro começamos a mandar inúmeros e-mails ao qual aparentemente eles não tiveram conhecimento e mesmo falando com eles e explicando a situação eles insistem em fazer cobranças e como a minha conta do banco já não tem nada eles vão apenas acrescentado as cobranças e o bancos já me manda cartas por conta desses valores absurdos de 4 mil euros e mais. Já não sei o que fazer porque não tenho como pagar algo com o qual não terei qualquer proveito. Assim, sendo tudo, fico a aguardar com expectativa a resolução deste problema. Cumprimentos, António Tomás Gonçalves

Solução pretendida

  • Anulação do contrato

Resposta (1)

Enviada à DECO PROTESTE a 19 março 2021

DECO PROTESTE

Para: A. G.

26/03/2021
Esta resposta é privada