voltar

Reparação telemóvel - Devolução

Com intervenção da DECO PROTESTE

Esta reclamação é pública

Reclamação

H. A.

Para: The Phone House

18/12/2020

Exmos Senhores No dia 20-09--/2020 a minha esposa colocou para reparar o seu telemóvel Samsung A50 na loja da Samsung (Phone House) no Forúm Almada. A reparação consistia na substituição do ecrã e verificação do sistema de carga a coberto da garantia. No dia 29-09-2020 fui contatado, por não terem conseguido contatar a minha esposa, para informarem que o orçamento da reparação era de 153,26€, incluía o ecrã e reparação de sistema de carga que tinha sinais de humidade que não estava coberto pela garantia. Apesar de não concordar em ter de pagar a reparação dos problemas de carga, por considerar que devia estar a coberto pela garantia, já que os sintomas eram iguais aos sintomas de uma reparação de janeiro, próximo passado, que foi no âmbito da garantia. Mas como a minha esposa necessitava do telemóvel com urgência, concordei, mas com relutância. Como comprovativo da aceitação do orçamento, tenho um email a informarem que o telemóvel ainda estava a ser reparado. Passados cerca de 15 dias, dirigi-me à loja para perguntar pelo ponto de situação da reparação do telemóvel da minha esposa, tendo sido informado que se encontrava ainda na assistência técnica. Desloquei-me mais 2 vezes à loja e obtive sempre a mesma informação. No dia 19-11-2020 a minha esposa deslocou-se à loja no Fórum Almada, e foi informada que não tinham nenhuma informação, e iriam tentar ainda nesse dia ou no dia seguinte contatar os serviços de reparação e depois informavam-na do ponto de situação da reparação. Não recebeu nenhuma informação até se ter deslocado no passado dia 27-11-2020, onde foi informada que tinham recebido um email. Um email, do qual, sinceramente não percebeu as justificações apresentadas, nem na loja lhe souberam explicar o que era referido no email, e que iria receber um email do responsável da loja a comunicar a situação. No dia 28-11-2020 recebeu um email do responsável da loja (Sr. Carlos Quaresma) que a informou que o telemóvel não estava reparado, e a explicar a razão do orçamento (substituição do ecrã e reparação o conetor usb com vestígios de humidade) além de eventuais novos orçamentos que poderiam surgir com o decorrer da reparação. Perguntando se aceitava o orçamento. Após mais 2 meses de ter entregue o equipamento na loja e ainda não estar reparado, lamentou as justificações apresentadas com as tentativas de contato sem sucesso. Não tinha chamadas não atendidas que não tivesse respondido, e nessas chamadas não constava nenhuma chamada da loja, e quando entregou o equipamento para ser reparado deu também além do seu contato o meu contato para alguma eventualidade de não a conseguirem contatar, como foi no caso da autorização para a reparação, no dia 29-09-2020, e que durante as minhas 3 deslocações à loja e das 2 vezes que a minha mulher se deslocou à loja nada terem referido sobre a necessidade de nova aceitação do orçamento e de não a conseguirem contatar. Face ao exposto, informou que não pretendia a reparação do equipamento e solicitava o envio do equipamento sem reparação, e esperando que não lhe fosse apresentado qualquer custo pela não reparação, porque quem deveria ser ressarcido era ela pelo tempo em que esteve sem o telemóvel. Solicitou ainda uma declaração para extensão da garantia pela reparação efetuada em janeiro, bem como pelos mais de 2 meses que tiveram o equipamento para reparação, com autorização dada em tempo e que não a efetuaram em tempo. Voltou a informar o seu contato e o meu contato para quando tivessem o equipamento para ser-me entregue, esperando que a entrega ocorresse na semana, de 30 de novembro a 4 de dezembro de 2020. Não foi contatada e no dia 07-12-2020 dirigiu-se novamente à loja e para seu espanto ainda não tinham o equipamento para entregar. No dia 10-12-2020 voltou a deslocar-se à loja e ainda não tinham o equipamento para entregar, tendo efetuado uma reclamação no livro da loja, e até à data não teve nenhuma resposta. Voltou no dia 18-12-2020 e também saiu da loja sem o telemóvel. Face ao exposto, venho por este meio, solicitar a vossa ajuda e diligencias para que seja devolvido o equipamento, ou em sua substituição um equipamento novo igual, de modo a ser ressarcido dos transtornos que causaram com o não serviço prestado, e das deslocações à loja sem obter informação nem quando diziam que a minha esposa seria contatada, e de a minha esposa não ter durante cerca de 3 meses sem o equipamento que necessita e lhe faz muita falta.

Solução pretendida

  • Compensação
  • Troca

Resposta (3)

Enviada à DECO PROTESTE a 05 janeiro 2021

H. A.

Para: DECO PROTESTE

05/01/2021
Esta resposta é privada

DECO PROTESTE

Para: H. A.

05/02/2021
Esta resposta é privada

DECO PROTESTE

Para: H. A.

01/03/2021
Esta resposta é privada