voltar

Reembolso teste COVID-19

Caso encerrado Resolvida com sucesso

Esta reclamação é pública

Reclamação

B. F.

Para: Victoria Seguros

16/11/2020

Boa tarde, Após recepção da vossa resposta no passado dia 13 de outubro, referente à não comparticipacação do teste por mim realizado ao COVID-19, e discordando da decisão tomada, venho apresentar uma reclamação sobre o assunto em causa. Bem sei que a minha apólice de seguro, exclui a comparticipação de despesas resultantes de uma situação pandêmica. No entanto, o teste que realizei de despistagem ao COVID-19, era requisito obrigatório de entrada no hospital de forma a poder acompanhar a minha esposa que se encontrava em trabalho de parto. Como devem calcular, não fiz o teste de livre e espontânea vontade, mas sim porque era obrigatório. Relembro ainda, que foi aprovado em Parlamento, a iniciativa que recomendava a alteração da “orientação 018/20 emitida pela Direção-Geral da Saúde”, para “garantir o efetivo direito da grávida à presença de acompanhante nos serviços de obstetrícia, durante as consultas, exames, parto e pós-parto”. Sendo assim, peço que reavaliem esta situação, uma vez que penso ser uma questão de bom senso, para além de que a minha apólice prevê a comparticipação de todas as despesas associadas ao parto. Obrigado. Melhores cumprimentos, Bruno Freire

Solução pretendida

  • Comparticipação da despesa, de acordo com as condições contratuais.

Resposta (1)

Victoria Seguros

Para: B. F.

02/12/2020

Exmos. Senhores, Fazemos referencia à reclamação abaixo do passado dia 16 de novembro, reiterada pela comunicação em anexo de 26.11.2020, e às quais prestamos a nossa melhor atenção. Juntamos em anexo e para conhecimento dessa Associação de Defesa do Consumidor, a resposta hoje enviada ao nosso Cliente. Aproveitamos para informar que a legislação atualmente em vigor, concretamente, a Norma Regulamentar n°. 10/2009-R, de 25 de junho, alterada pela Norma Regulamentar n.° 2/2013-R, de 10 de janeiro, da Autoridade de Supervisão de Seguros e Fundos de Pensões e que decorre da entrada em vigor do Decreto-Lei n°. 2/2009 de 5 de janeiro, define as regras de apresentação e gestão de reclamações, quer pelas Empresas de Seguros, quer pelo Provedor do Cliente. Neste contexto, a reclamação apresentada em 16.11.2020 foi considerada elegível para tratamento pela área interna de Gestão de Reclamações desta Seguradora. Também de acordo com o normativo atrás referido, o prazo para o tratamento e resposta à reclamação é de 20 dias seguidos, contados a partir da data da respetiva receção. O prazo de resposta à reclamação poderá ser alargado para 30 dias nos casos que revistam especial complexidade, sendo dado conhecimento desse facto ao Reclamante. Assim, e concluída a análise à presente reclamação, a resposta foi enviada no prazo atrás referido. Estamos ao dispor para qualquer esclarecimento que entendam por conveniente. Com os melhores cumprimentosWith best regards Hugo Feliciano VICTORIA Seguros Unidade de Apoio ao Cliente Gestor Unidade de Apoio ao Cliente Tel.: +351 213134409 Fax: +351 211124509 E-mail: Unidade.Apoio.Cliente@victoria-seguros.pt [Client 3D] O presente e-mail encontra-se ao abrigo do novo acordo ortográfico. Esta mensagem dirige-se única e exclusivamente ao seu destinatário. Se recebeu esta mensagem por engano, solicitamos que o comunique de imediato ao remetente e proceda à sua destruição. Se o recetor desta mensagem não for o destinatário indicado, fica expressamente proibido de a divulgar, copiar ou endereçar a terceiros. Alertamos para que o seu conteúdo pode ser alterado, adulterado ou falsificado, pelo que deverá ser confirmado por carta endereçada à VICTORIA, por forma a garantir a sua autenticidade. Para mais informações sobre a VICTORIA - Seguros consulte o nosso site institucional: :www.victoria-seguros.pt Este e-mail é amigo do ambiente, pondere antes de o imprimir!