voltar

ruído permanente e poluição visual

Com intervenção da DECO PROTESTE

Esta reclamação é pública

Reclamação

M. A.

Para: Brisa-Auto Estradas de Portugal SA

05/10/2020

Exmos. Srs Manuel Joaquim Caferra Amaro, portador do cc nº5562830, nif:124797857, residente na Av António Rodrigues Manito 130 2900-064 Setúbal vem na qualidade de representante legal/proprietário da Quinta de São Jorge , localizada na freguesia de Gâmbia Pontes e Alto da Guerra no concelho de Setúbal com entrada pela EM542, vulgo estrada de Algeruz, com a qual confronta a norte, mas ladeada a oeste /sudoeste pela A12/EN10-8, nesta zona ainda responsabilidade da BRISA, numa extensão superior a 200mts Reclamar a esta entidade a reparação/minimização imediata das consequenciais da actividade rodoviária nessa via e nesse troço , nomeadamente mitigar a fonte de Ruído e o impacto visual, de acordo com o RGR,(regimento geral do Ruído) dec. lei nº9/2007 Fundamento da reclamação: a EN 10-8 é uma grande infraestrutura rodoviária , (GIT) com critérios de actividade ruidosa permanente (artº .11,13,19 e 20 do RGR) com tráfego rodoviário continuo e com mais de 4 metros de altura ao solo também causador de grande impacto visual. Esta continua fonte de ruído. tem receptores sensíveis ,numa zona urbana consolidada e mista ultrapassando critérios de exposição máxima de Laeq acima de 55-65 dB existindo um total desrespeito pelas regras e leis respeitante ao impacto e efeitos contínuos do ruído necessitando da colmatação urgente destas circunstancias com as necessárias medidas de redução dos impactos causados nomeadamente do ruído e na visão. atentamente aguardando a vossa melhor resposta

Solução pretendida

  • Reparação

Resposta (1)

Enviada à DECO PROTESTE a 31 outubro 2020

DECO PROTESTE

Para: M. A.

27/11/2020
Esta resposta é privada