voltar

Sinistro n 172310360

Caso encerrado Resolvida com sucesso

Esta reclamação é pública

Reclamação

A. O.

Para: Allianz

02/10/2020

Venho por esse meio comunicar a minha reclamação. Sinistro 172310360 Depois de um acidente de trabalho a seguradora Allianz não se responsabilizou pelo mesmo com desculpas como a frase que usei para descrever a lesão era muito técnica ( só estava a repetir o que o médico me disse ). Depois de vários e-mails assinados pelo os recursos humanos, chefes e director a afirmar a minha boa fé, nada mudou a posição da Allianz. Depois de vários e-mails a pedir os documentos e relatórios médicos para avançar com uma queixa o tribunal de trabalho nada a Allianz faz de surda e muda. Só para relembrar a lei 98/2009 de 4 de setembro que me dá o direito a esses documentos. E relembrar a lei n° 98/2009 Art.11° n° 2 : quando a lesão ou doença consecutiva ao acidente for agravada por lesão ou doença anterior, ou quando esta for agravada pelo o acidente, a incapacidade avaliar-se á como se tudo dele resultasse...( Porque a Allianz alegue que já tinha uma lesão ) Resposta da Allianz : Após análise ao exposto, efetuada pelos nossos serviços competentes, cumpre-nos informar que, a nossa recusa de responsabilidade, e como já lhe foi comunicado anteriormente, deveu-se ao vários factos, tais como a participação tardia do sinistro, cerca de 3 meses após a pretensa ocorrência, não ter ficado qual a real data do acidente e ainda o facto de existirem admissões em unidades de saúde em data próxima à participada e que não foram esclarecidas se concorrentes com a lesão mencionada na participação. Por este factos, e de acordo com o art.º 10º n.º2 da Lei 98/2009, solicitou-se que V. Exa efetuasse prova que as lesões foram consequência da participação de sinistro realizada. No que concerne ao pedido dos exames realizados, apesar de já terem sido solicitados junto do prestador clínico onde os efetuou, o mesmo apenas nos respondeu nos últimos dias, facto pelo qual se solicita as nossas desculpas, informando que se poderá dirigir às instalações do Hospital Luz onde realizou os mesmos e proceder no seu levantamento. Caso prefira o envio para a sua residência, deverá nos indicar para que se proceda em conformidade. A minha resposta : Bom dia O primeiro acidente de trabalho que aconteceu no mês de dezembro não foi participado a seguradora porque não pensava que fosse alguma coisa de importante. Como já expliquei numa consulta de rotina pouco tempo depois do acidente só disse a minha médica de família o que tinha acontecido se ela pudesse me receitar alguns medicamentos para as dores. Más a minha médica de família achou melhor me receitar uma ecografia. O que por lei não fiz nada de errado tem pela lei todo o direito de ir a minha médica de família mesmo quando se trata de um acidente ainda por cima não participado. No mês de março voltei a torcer o mesmo joelho eu já tinha a ecografia más não tinha aberto nem ido a médica porque já não tinha tanta dor e tinha muito trabalho na empresa, devido a segunda lesão o joelho ficou inchado e não era igual o primeiro acidente. Fui a medica de família no dia seguinte expliquei o que tinha acontecido foi nesse dia que a minha médica de família disse-me que podia ser mais grave do que eu pensava que não era com o organismo do centro de saúde más com o seguro do trabalho. Fui nesse mesmo dia que foi feita a participação do segundo acidente e não como estão a declarar o primeiro. Não me foi solicitado nenhum documento diretamente. Não tenho nenhum e-mail da parte da Allianz a solicitar nenhum documento. E também se Allianz declara que a lesão que tive no mês de março era aquela de dezembro então porque que o médico do hospital da Cuf do Porto disse que era um estiramento muscular que só precisava de repouso umas semanas e que passava ? Na minha ecografia do mês de dezembro não tenho nenhum estiramento mas um problema com o menisco. E um estiramento est feito na hora e visto na hora não 3 meses depois. Como a Allianz pode declarar que já tinha uma lesão e que essa lesão e a mesma da de março se tive alta do médico do hospital da Cuf ? E como diz a lei Art.11° n° 2 da lei n° 98/2009 de 4 de setembro. Eu quero o relatório médico do hospital da Cuf porque foi esse médico que me disse que tinha um estiramento e que me deu a alta. Eu so quero o reembolso dos restos dos dias que fiquei de baixa pelo o médico da Cuf. A Allianz vem dizer então que os médicos são incompetentes e não sabem ver uma lesão antiga e uma feita dia antes ? A Allianz vem dizer que deram me alta com uma lesão? Já que afirma eu ter essa lesão a meses então ainda tenho?! E o "problema" de data como diz a Allianz só vou declarar que não so eu a fazer a participação e não tenho culpa da incompetência dos recursos humanos da minha empresa

Solução pretendida

  • Compensação
  • Reparação

Resposta (1)

Allianz

Para: A. O.

15/10/2020

REINC 2020/65 - Sinistro 172310360 Exmos. Senhores, Informamos que fo nesta data enviado e-mail resposta diretamente ao Reclamante. Com os melhores cumprimentos, Alda Outeiro Cardoso Técnica Superior Interlocutor junto da ASF Allianz Portugal, S.A. DGC - Gestão Reclamações EDC www.allianz.pt ************************************************************************************************************************************************ AVISO Esta mensagem é destinada exclusivamente ao seu destinatário e contém informação confidencial e sujeita a sigilo profissional, cuja divulgação não é permitida por lei. Se recebeu esta mensagem por engano, pedimos-lhe que, de imediato, contacte o remetente e de seguida proceda à sua eliminação, assim como de qualquer documento anexo. Informamos que a distribuição, cópia ou utilização desta mensagem, ou de qualquer documento anexo, qualquer que seja a sua finalidade, está proibida por lei. Se é o destinatário desta mensagem, informamos que o correio eletrónico e as comunicações através da Internet não permitem assegurar nem garantir a integral confidencialidade das mensagens transmitidas, nem assegurar a sua integridade ou a sua correta receção, pelo que, o emissor não assume qualquer responsabilidade por tais circunstâncias. Se não consente na utilização do correio eletrónico ou das comunicações via Internet, pedimos-lhe que nos comunique de imediato. PRIVILEGED AND CONFIDENTIAL This message is intended exclusively for the person to whom it is addressed and contains privileged and confidential information protected from disclosure by law. If you are not the addressee indicated in this message, you should immediately delete it and any attachments and notify the sender by reply e-mail or by our contact channels enabled. In such case, you are hereby notified that any dissemination, distribution, copying or use of this message or any attachments, for any purpose, is strictly prohibited by law. We hereby inform you, as addressee of this message, that e-mail and Internet do not guarantee the confidentiality, nor the completeness or proper reception of the messages sent and, thus, the sender does not assume any liability for those circumstances. Should you not agree to the use of e-mail or to communications via Internet, you are kindly requested to notify us immediately. ************************************************************************************************************************************************