back

Alteração de Condições da Apólice Sem Consentimento

Caso encerrado Resolvida sem sucesso

Esta reclamação é pública

Reclamação

V. R.

Para: Multicare-Seguros de Saúde SA

03/07/2020

Venho por este e-mail comunicar a V. Exas o seguinte: Tenho um plano de saúde da Multicare para o agregado familiar. No dia 21 de Maio de 2019 recebi um e-mail da Multicare a comunicar uma nova proposta de apólice, a qual entraria em vigor em julho, salvo a minha indicação em contrário. Sendo esta nova proposta de mais do dobro do valor do que tinha contratado, enviei um e-mail de resposta a referir que pretendia manter a apólice com as condições que tinha e que não pretendia alterar, e que caso isso não fosse possível, que queria anular a apólice. Recebi nesse mesmo dia uma resposta da Multicare a solicitar alguns dados para dar continuidade ao solicitado. Enviei os dados solicitados como resposta a esse e-mail. Como não recebi mais nenhum contacto, entendi que teriam sido mantidas as condições. Entretanto em Maio de 2020, observei no extracto bancário que me estava a ser descontado MENSALMENTE um débito directo da Multicare. Eu pagava pelo plano de saúde, cerca de 33€ TRIMESTRAIS por débito directo, pelo que sendo um valor semelhante, e no meio do extracto, foi passando despercebido que esse valor estava a ser debitado mensalmente, ao invés de trimestral. Fui ver nos meses anteriores e tal já estava a ser debitado mensalmente desde julho de 2019. Liguei para o Apoio ao Cliente no dia 26 de Maio 2020 a pedir satisfações, pois não dei nenhum consentimento para alterarem as condições da apólice, e mais, até disse que queria anular, caso não fosse possível manter o que tinha contratado. No apoio ao cliente disseram que registaram e encaminharam a situação e que aguardasse que seria contactada. Aguardei até ao dia de hoje, dia 03 de Julho 2020 e não tive qualquer tipo de contacto por parte da Multicare. Lamentavelmente, liguei novamente para o apoio ao cliente, responderam que tinham os registos da conversa anterior e que está arquivado pois relatam não ter recebido nenhum e-mail da minha parte com os dados solicitados em Maio 2019. Eu enviei esse e-mail, e prova disso, tenho todos os e-mails trocados com o apoio ao cliente. Ficou combinado eu reenviar o e-mail que dizem não ter recebido e analisarem a situação, para a qual espero uma resposta muito breve. Relativamente ao acima anunciado, eu questiono, qual a legitimidade em fazerem um comunicado de alteração de apólice por e-mail (não me lembro de ter dado esse consentimento sequer) e em que caso não contacte a discordar da alteração (ou pelos vistos, mesmo que contacte...) fazem a alteração das condições contratuais? Por acaso recebi o e-mail, mas e se não tivesse recebido? As alterações teriam sido feitas sem eu ter conhecimento sequer? Não me parece sequer que isso seja legal. Onde está o meu consentimento para as alterações que fizeram? Onde é que eu autorizei isso? Eu enviei um e-mail (que muito convenientemente) dizem não ter recebido, não tive qualquer contacto da parte da Multicare em resposta ao meu contacto ao apoio ao cliente, e estão há meses a debitar valores de uma alteração que não autorizei. Pretendo ver esta situação esclarecida com a maior brevidade. Mais acrescento, que a apólice renova a meados de Julho e que não pretendo renovar sem autorizar e sem ver esta situação esclarecida. Obrigada pela atenção.

Solução pretendida

  • Repor as condições que tinha contratado, caso não seja possível, que anulem a apólice e me devolvam a diferença do que descontaram indevidamente e sem a minha autorização.