Your complaint

c. e.

Para: Securitas Direct Portugal, Unipessoal, Lda.

30/06/2020

Na qualidade de vosso cliente , Cátia Cristina Sousa Encarnação, com o número de contrato 467203, venho por este meio rescindir o contrato celebrado com a vossa empresa em dezembro 2015, com um período de fidelização de 24 meses, que portanto já terminou. Devido à pandemia do Covid19, meu marido ficou desempregado e eu não estou a exercer nenhuma profissão e por estes motivos estamos incapazes de pagar as prestações, já a partir do final do mês de Maio. Assim sendo, peço para terminar o serviço prestado pela Securitas Direct. Nestes casos estamos perante uma alteração anormal das circunstâncias que estiveram na base da decisão de contratar, o que nos termos da lei civil poderá dar lugar ao cancelamento do contrato (artigo 437.º, n.º1 do Código Civil). Pelos motivos citados anteriormente, enviei este e-mail à Securitas Direct , para solicitar o cancelamento de contrato. Apesar de estar acordado que a rescisão apenas pode ser efetuados até aos 30 dias que antecedem as renovações anuais, ou seja, a rescisão só vigoraria a partir de dezembro 2020. Não pretendo, nem consigo pagar um serviço durante 7 meses. Por tudo o exposto anteriormente, para além de me sentir abusado com este posição por parte da Securitas Direct, por uma questão de cancelamento antes do mês de renovação,Peço por isso o seguimento rápido desta situação particular, por parte da Securitas Direct de forma a cessar o contrato supra. Atenciosamente Catia Encarnaçao

Solução pretendida

  • Recisão