cancelamento de contrato Medicare

Medicare


Esta reclamação é pública

  • C. C. Para Medicare

    Venho por este meio solicitar o cancelamento do meu contrato com a Medicare nº. 03120004589. Em Maio de 2019 aderi ao "Plano Platinium" da Medicare. Uma vez que, só o utilizei umas 4 vezes no início e desde então, ainda não o voltei a usar, já há muito ponderava cancelar o contrato. Os acontecimentos recentes e a crise financeira que atravessamos, não me permitem continuar a pagar o contrato. Enviei e-mail a explicar a situação e a requisitar o cancelamento do contrato. Passados alguns dias, como ainda não tinha obtido resposta, liguei para o apoio ao cliente e fui informada que tinha renovado a fidelização automaticamente em março deste ano e deste modo, é impossível cancelar o contrato. Pesquisei, na tentativa de encontrar alguma solução e encontrei no vosso site diversos testemunhos de pessoas a dizerem que uma vez que o contrato não tinha sido assinado, o mesmo não seria válido. No dia seguinte, ligaram-me do apoio ao cliente da medicare e eu expus esta questão, ao que me responderam, que uma vez havendo uma conversa telefónica, esta equivale a uma assinatura. Assim sendo, invoco o Decreto-Lei nº 24/2014, de 14 Fevereiro, Artigo 5º, nº 7 (que transpõe a Diretiva nº 2011/83/UE do Parlamento Europeu e do Conselho, de 25 de outubro de 2011, relativo aos direitos dos consumidores), especialmente o art.5º/nº7 no qual é referido que “Quando o contrato for celebrado por telefone, o consumidor só fica vinculado depois de assinar a oferta ou enviar o seu consentimento escrito ao fornecedor de bens ou prestador de serviços “. Por não ter assinado nenhum termo onde conste uma fidelização da minha parte com a Medicare, agradeço que procedam ao cancelamento com efeitos imediatos.

    Detalhes da reclamação

    Venho por este meio solicitar o cancelamento do meu contrato com a Medicare nº. 03120004589. Em Maio de 2019 aderi ao "Plano Platinium" da Medicare. Uma vez que, só o utilizei umas 4 vezes no início e desde então, ainda não o voltei a usar, já há muito ponderava cancelar o contrato. Os acontecimentos recentes e a crise financeira que atravessamos, não me permitem continuar a pagar o contrato. Enviei e-mail a explicar a situação e a requisitar o cancelamento do contrato. Passados alguns dias, como ainda não tinha obtido resposta, liguei para o apoio ao cliente e fui informada que tinha renovado a fidelização automaticamente em março deste ano e deste modo, é impossível cancelar o contrato. Pesquisei, na tentativa de encontrar alguma solução e encontrei no vosso site diversos testemunhos de pessoas a dizerem que uma vez que o contrato não tinha sido assinado, o mesmo não seria válido. No dia seguinte, ligaram-me do apoio ao cliente da medicare e eu expus esta questão, ao que me responderam, que uma vez havendo uma conversa telefónica, esta equivale a uma assinatura. Assim sendo, invoco o Decreto-Lei nº 24/2014, de 14 Fevereiro, Artigo 5º, nº 7 (que transpõe a Diretiva nº 2011/83/UE do Parlamento Europeu e do Conselho, de 25 de outubro de 2011, relativo aos direitos dos consumidores), especialmente o art.5º/nº7 no qual é referido que “Quando o contrato for celebrado por telefone, o consumidor só fica vinculado depois de assinar a oferta ou enviar o seu consentimento escrito ao fornecedor de bens ou prestador de serviços “. Por não ter assinado nenhum termo onde conste uma fidelização da minha parte com a Medicare, agradeço que procedam ao cancelamento com efeitos imediatos.

    Solução pretendida

    Cancelamento do Contrato

Precisa de apoio?

Peça ajuda aos nossos juristas

211 215 750

Dias úteis, das 9 às 18 horas