back

Humilhação em voo da Easyjet - mãe com bebé

Caso encerrado Resolvida sem sucesso

Esta reclamação é pública

Your complaint

I. G.

Para: EASYJET Airline Company Limited

26/09/2019

Exmos Senhores, no passado sábado (21.09.2019), num voo da Easyjet entre Bristol/Porto, fui confrontada com uma situação profundamente humilhante e grave. Viajei sozinha com o meu bebé de 2 anos, que durante o voo comeu uns snacks. Estes mesmos snacks entornaram um pouco no chão do corredor, mas mais junto ao banco. Avisei de imediato o hospedeiro de bordo, que simpaticamente disse que não havia problema e para não me preocupar. Mas quando o avião estava a descolar (21h30), a hospedeira Bailey entrega-me uma vassoura e uma pá para eu limpar o chão e diz-me para eu colocar no lixo. Ora já estava com o cinto e o meu filho também. Naquele momento estava a entreter o meu filho com desenhos para se manter quieto e tranquilo na aterragem. No momento, peguei no kit de limpeza, por ter ficado tão atordoada. Mas quando cai em mim, cliquei logo no alarme e chamei o primeiro hospedeiro. Tranquilizou-me e disse que estava tudo bem. Disse-lhe que esta situação não tinha qualquer sentido e para transmitir a mensagem À colega. Entretanto a hospedeira Bailey limpou. Fiquei muito perturbada com a situação. Como tal, à saída, perguntei-lhe o nome e a senhora mostra-me o nome do crachat, sem qualquer tipo de arrependimento. Ainda lhe disse que esta situação não iria para por aqui. A terceira hospedeira do voo, ficou admirada com a situação e perguntou-me que eu lhe explicasse. E assim fiz, a senhora ficou incrédula e pediu imensas desculpas em nome da Easyjet. Com esta situação, fui a última a entrar no autocarro, com um bebé ao colo, perdendo qualquer tipo de prioridade. Fiquei colada ao vidro e tive que deixar cair os sacos dos ombros, para aguentar o peso do bebé e tributação. Todos estes acontecimentos foram bastante humilhantes para mim e muito desagradáveis. Uma situação insólita e sem sentido. Agradeço imenso a atenção dispensada. Os meus melhores cumprimentos, Ida Gaspar

Solução pretendida

  • Compensação