Aulas não foram ministrados

Centro Europeu de Línguas


Esta reclamação é pública

  • R. T. Para Centro Europeu de Línguas

    Venho por este meio comunicar o seguinte: 1. No dia 22 de julho de 2019 fiz, em nome do meu filho, uma matrícula no Centro Europeu de Línguas, situado na Av. Padre Manuel da Nóbrega 3A, 1000-222 Lisboa, referente a um curso intensivo de francês. 2. Nesse dia fomos informados que o curso começaria no dia 6 de agosto e teria a duração de 1 mês. 3. No dia 6 de agosto o meu filho menor dirigiu-se à escola e foi informado que, infelizmente, o início das aulas seria adiado para dia 8 de agosto. 4. No dia 8 de agosto foi informado que as aulas seriam adiadas novamente para dia 12. 5. No dia 12 foi infomado que as aulas foram adiadas para dia 14. 6. No dia 14, foi informado que as aulas seriam adiadas novamente. Estas 4 comunicações de adiamento foram feitas presencialmente a apenas alguns minutos do horário de início das aulas (2 vezes) ou a apenas algumas horas do início, por telefone (2 vezes). Quando questionados sobre as razões do adiamento, foram apresentadas várias causas: problemas pessoais dos professores, dificuldades em garantir o vínculo do professor ao curso, ou dificuldades de comunicação entre a escola e o professor. Confirmou-se que a escola anunciou o curso e aceitou alunos sem ter professores contratados para o efeito. Os 4 adiamentos prejudicaram diretamente o meu filho porque ele decidiu investir o mês de agosto com um curso de línguas, que acabou pode não se realizar. Ficaria grato se a Deco pudesse intervir para garantir que outros alunos não sejam prejudicados pela incapacidade da escola em operar em boas condições pedagógicas e logísticas.

    Detalhes da reclamação

    Venho por este meio comunicar o seguinte: 1. No dia 22 de julho de 2019 fiz, em nome do meu filho, uma matrícula no Centro Europeu de Línguas, situado na Av. Padre Manuel da Nóbrega 3A, 1000-222 Lisboa, referente a um curso intensivo de francês. 2. Nesse dia fomos informados que o curso começaria no dia 6 de agosto e teria a duração de 1 mês. 3. No dia 6 de agosto o meu filho menor dirigiu-se à escola e foi informado que, infelizmente, o início das aulas seria adiado para dia 8 de agosto. 4. No dia 8 de agosto foi informado que as aulas seriam adiadas novamente para dia 12. 5. No dia 12 foi infomado que as aulas foram adiadas para dia 14. 6. No dia 14, foi informado que as aulas seriam adiadas novamente. Estas 4 comunicações de adiamento foram feitas presencialmente a apenas alguns minutos do horário de início das aulas (2 vezes) ou a apenas algumas horas do início, por telefone (2 vezes). Quando questionados sobre as razões do adiamento, foram apresentadas várias causas: problemas pessoais dos professores, dificuldades em garantir o vínculo do professor ao curso, ou dificuldades de comunicação entre a escola e o professor. Confirmou-se que a escola anunciou o curso e aceitou alunos sem ter professores contratados para o efeito. Os 4 adiamentos prejudicaram diretamente o meu filho porque ele decidiu investir o mês de agosto com um curso de línguas, que acabou pode não se realizar. Ficaria grato se a Deco pudesse intervir para garantir que outros alunos não sejam prejudicados pela incapacidade da escola em operar em boas condições pedagógicas e logísticas.

    Solução pretendida

    Compensação

    Reparação

    Documentos anexados
    • Documento comprovativo
  • Centro Europeu de Línguas Para R. T.

    Exmos. Senhores, Muito bom dia. Na sequência da reclamação recebida, passamos a expor o seguinte: 01. Efectivamente o senhor em questão inscreveu o seu filho de 17 anos num curso intensivo de frances na nossa escola; 02. A formadora afecta ao curso teve um problema que a impediu de ministrar estas aulas; 03. O facto de nos encontrarmos no mes de Agosto, com vários dos nossos formadores em férias, dificultou a substituição tão rápida quanto gostaríamos; 04. Todos os alunos foram informados que as aulas seriam repostas na totalidade; 05. Estas circunstâncias também nos desagradam profundamente e são prejudiciais à escola pois não correspondem à forma como habitualmente trabalhamos e servimos os nossos alunos; 06. A desistencia deste aluno dificultou a abertura do curso, mas não a impossibilitou; 07. Estamos disponíveis para proceder à devolução imediata do valor da inscrição pago pelo mesmo, no valor de 50Eur, embora estas condições sejam contrárias ao estabelecido no nosso regulamento interno, assinado pelo aluno no acto da inscrição; 08. O senhor em questão recusou-se a falar com um dos elementos da nossa equipa, o qual pretendia expor a situação e oferecer a devolução da inscrição, passando de imediato a apresentar queixa na DECO. 09. Posto isto, agradecemos a indicação do IBAN do Senhor Rodrigo Tavares, de forma a ser devolvida a importância mencionada anteriormente e emitida a respectiva nota de crédito. Apresentamos as nossa cordiais desculpas por qualquer inconveniente causado, apesar de se tratarem de contratempos alheios à nossa vontade e actuação. Com os nossos melhores cumprimentos [assinatura_2018] Paula Cipriano 218 407 425 www.cel.pt infocel@cel.pt Av. Padre Manuel da Nóbrega, N° 3A, 1000-222 Lisboa Consulte mais sobre a nossa escola na nossa ebrochure . [Untitled-3.png][icon_fb.png] [cid:image005.png@01D55426.1DED5080] Condições gerais

    Exmos. Senhores, Muito bom dia. Na sequência da reclamação recebida, passamos a expor o seguinte: 01. Efectivamente o senhor em questão inscreveu o seu filho de 17 anos num curso intensivo de frances na nossa escola; 02. A formadora afecta ao curso teve um problema que a impediu de ministrar estas aulas; 03. O facto de nos encontrarmos no mes de Agosto, com vários dos nossos formadores em férias, dificultou a substituição tão rápida quanto gostaríamos; 04. Todos os alunos foram informados que as aulas seriam repostas na totalidade; 05. Estas circunstâncias também nos desagradam profundamente e são prejudiciais à escola pois não correspondem à forma como habitualmente trabalhamos e servimos os nossos alunos; 06. A desistencia deste aluno dificultou a abertura do curso, mas não a impossibilitou; 07. Estamos disponíveis para proceder à devolução imediata do valor da inscrição pago pelo mesmo, no valor de 50Eur, embora estas condições sejam contrárias ao estabelecido no nosso regulamento interno, assinado pelo aluno no acto da inscrição; 08. O senhor em questão recusou-se a falar com um dos elementos da nossa equipa, o qual pretendia expor a situação e oferecer a devolução da inscrição, passando de imediato a apresentar queixa na DECO. 09. Posto isto, agradecemos a indicação do IBAN do Senhor Rodrigo Tavares, de forma a ser devolvida a importância mencionada anteriormente e emitida a respectiva nota de crédito. Apresentamos as nossa cordiais desculpas por qualquer inconveniente causado, apesar de se tratarem de contratempos alheios à nossa vontade e actuação. Com os nossos melhores cumprimentos [assinatura_2018] Paula Cipriano 218 407 425 www.cel.pt infocel@cel.pt Av. Padre Manuel da Nóbrega, N° 3A, 1000-222 Lisboa Consulte mais sobre a nossa escola na nossa ebrochure . [Untitled-3.png][icon_fb.png] [cid:image005.png@01D55426.1DED5080] Condições gerais

  • R. T. Para Centro Europeu de Línguas

    Caros, fico grato pela resposta. O IBAN é PT50 0018 0003 4957731502025. Desejo-vos sucesso. Abraço

    Caros, fico grato pela resposta. O IBAN é PT50 0018 0003 4957731502025. Desejo-vos sucesso. Abraço

Precisa de apoio?

Peça ajuda aos nossos juristas

211 215 750

Dias úteis, das 9 às 18 horas