Com intervenção da DECO PROTESTE

Endesa Energia, S.A.


Esta reclamação é pública

  • J. N. Para Endesa Energia, S.A.

    Venho por este meio comunicar a V. Exas o meu profundo desagrado com aquilo que considero praticas comerciais desleais e também manifestar o meu desagrado e indignação com a faturação recebida enquanto fui cliente. Contratei os serviços da Endesa em Janeiro de 2019 para o fornecimento de eletricidade. Fui abordada por telefone onde me foram apresentadas as condições do Power Pack Luz até 1000 KW. Pediram-me uma fatura do meu consumo para verificar a media mensal, o que se verificou ser cerca de 120 kw por mês. Assim sendo, garantiram-me que durante aproximadamente 8 a 10 meses iria pagar o mesmo valor todos os meses, independentemente do consumo. Volto a realçar "independentemente do consumo" porque isto foi falado e está na gravação. O meu pacote era o S, (cerca de 25€ com as taxas e impostos que tambem não informam no ato da venda) e pareceu-me bastante viável para uma mãe solteira com 3 menores a cargo com poucas possibilidades financeiras. Fui recebendo as faturas e em Abril, 3 meses após o inicio do contrato, recebo a informação de que já tinha consumido 42% do pacote. " Tudo certo- pensei- terei de estar agora atenta..." nunca imaginando que no mês seguinte viria a receber uma fatura de 98,23€ referindo que já teria consumido 100% do meu pack. Julgando ser um terrivel engano contactei a linha sendo que fui informada que de acordo com leituras reais já teria passado o plafond!!! Indignadíssima tratei de começar a procurar outra distribuidora e qual o meu espanto (novamente) quando recebo uma fatura de 390,33€, 242,88€ relativos ao mês de Junho e 147,45€ de pendentes, sendo que o único pendente que tinha eram os 98,23€ que me recusei a pagar até perceber até que ponto poderia a empresa atuar de uma forma tão desleal. Além de expor a situação solicito a revisão das faturas.

    Detalhes da reclamação

    Venho por este meio comunicar a V. Exas o meu profundo desagrado com aquilo que considero praticas comerciais desleais e também manifestar o meu desagrado e indignação com a faturação recebida enquanto fui cliente. Contratei os serviços da Endesa em Janeiro de 2019 para o fornecimento de eletricidade. Fui abordada por telefone onde me foram apresentadas as condições do Power Pack Luz até 1000 KW. Pediram-me uma fatura do meu consumo para verificar a media mensal, o que se verificou ser cerca de 120 kw por mês. Assim sendo, garantiram-me que durante aproximadamente 8 a 10 meses iria pagar o mesmo valor todos os meses, independentemente do consumo. Volto a realçar "independentemente do consumo" porque isto foi falado e está na gravação. O meu pacote era o S, (cerca de 25€ com as taxas e impostos que tambem não informam no ato da venda) e pareceu-me bastante viável para uma mãe solteira com 3 menores a cargo com poucas possibilidades financeiras. Fui recebendo as faturas e em Abril, 3 meses após o inicio do contrato, recebo a informação de que já tinha consumido 42% do pacote. " Tudo certo- pensei- terei de estar agora atenta..." nunca imaginando que no mês seguinte viria a receber uma fatura de 98,23€ referindo que já teria consumido 100% do meu pack. Julgando ser um terrivel engano contactei a linha sendo que fui informada que de acordo com leituras reais já teria passado o plafond!!! Indignadíssima tratei de começar a procurar outra distribuidora e qual o meu espanto (novamente) quando recebo uma fatura de 390,33€, 242,88€ relativos ao mês de Junho e 147,45€ de pendentes, sendo que o único pendente que tinha eram os 98,23€ que me recusei a pagar até perceber até que ponto poderia a empresa atuar de uma forma tão desleal. Além de expor a situação solicito a revisão das faturas.

    Solução pretendida

    Revisão da fatura

    Documentos anexados
    Não há ficheiros anexados
  • Endesa Energia, S.A. Para J. N.

    A/C: Serviço de Informações Processo Endesa: CA-04225347 Refª DECO: CPTPT00688242-27 Assunto: Exposição apresentada pela Exma. Senhora Juliana Isabel Ramos Neves Exmos. Senhores, Acusamos a recepção da reclamação apresentada pela Exma. Senhora Juliana Isabel Ramos Neves a qual mereceu a nossa melhor atenção e originou a abertura do processo interno nº CA-04225347. No seguimento da exposição efetuada, informámos a Exma. Senhora Juliana Isabel Ramos Neves que, o contrato de eletricidade vigorou na Endesa Energia no período de 03.01.2019 a 26.06.2019 com Power Pack Luz S 3.45 (até 1.000kWh/ano). Mais, informamos que de acordo com as condições contratuais do Power Pack, realiza-se uma regularização entre o consumo realizado pelo cliente e as mensalidades que lhe foram cobradas até ao momento da alteração. Desta forma, passamos a explicar: * O contrato iniciou com as seguintes leituras: Activa Cheia: 1308, Activa Ponta: 645 e Activa de Vazio: 1674 = 3627 kWh. * No dia 23.04 a distribuidora comunica as seguintes leituras: Activa Cheia: 1793, Activa Ponta: 964 e Activa de Vazio: 2169 = 4926kWh Desta forma, até o dia 23.04.2019 o consumo foi de 1299kWh, excedendo 299kWh. * No dia 2019-06-26 (data da baixa) a distribuidora comunica: Activa Cheia: 1989, Activa Ponta: 1083 e Activa de Vazio: 2361 = 5433kWh. Entre o dia 23.04 a 26.06 o consumo foi de 507kW. O total do consumo no periodo de vigencia do contrato foi de 1806kWh. No Documento de Pagamento nº 19020310107693099 foi cobrado 1,1 meses; No Documento de Pagamento nº 19030310107221699 foi cobrado 0,9 meses; No Documento de Pagamento nº 19040310115525999 foi cobrado 1,0 meses; No Documento de Pagamento nº 19050310112844599 foi cobrado 1,0 meses + 334kWh de excesso (dos quais 35 kWh estimado); No Documento de Pagamento nº 19060310105675699 foi cobrado 1,0 meses + 107kWh de excesso (estimado); No Documento de Pagamento nº 19060310126179199 foi cobrado 0,8 meses + 507 kWh + 6,2 meses (tendo sido devolvido o consumo estimado de 35 + 107 kwh); Ou seja, se o consumo anual era de 1000kWh, que equivale a 12 meses. (1,1+0,9+1,0+1,0+1,0+0,8+6,2 = 12meses); Consumo total foi de 1806kWh, ou seja, o excesso cobrado de 299+507 = 806kWh Total: 1806kWh. Desta forma, informamos que a faturação encontra se corretamente emitida. Mais informamos que, tudo o acima exposto foi comunicado por escrito a Exma. Senhora Juliana Isabel Ramos Neves, a 19 de julho de 2019. Na esperança de termos esclarecido todas as questões inerentes à situação, disponibilizamo-nos para o esclarecimento de qualquer questão adicional que possa surgir. Com os nossos melhores cumprimentos, Endesa Energia Sucursal Portugal www.endesa.pt Contacto: 800 101 033 Todos os dias das 08h às 23h

    A/C: Serviço de Informações Processo Endesa: CA-04225347 Refª DECO: CPTPT00688242-27 Assunto: Exposição apresentada pela Exma. Senhora Juliana Isabel Ramos Neves Exmos. Senhores, Acusamos a recepção da reclamação apresentada pela Exma. Senhora Juliana Isabel Ramos Neves a qual mereceu a nossa melhor atenção e originou a abertura do processo interno nº CA-04225347. No seguimento da exposição efetuada, informámos a Exma. Senhora Juliana Isabel Ramos Neves que, o contrato de eletricidade vigorou na Endesa Energia no período de 03.01.2019 a 26.06.2019 com Power Pack Luz S 3.45 (até 1.000kWh/ano). Mais, informamos que de acordo com as condições contratuais do Power Pack, realiza-se uma regularização entre o consumo realizado pelo cliente e as mensalidades que lhe foram cobradas até ao momento da alteração. Desta forma, passamos a explicar: * O contrato iniciou com as seguintes leituras: Activa Cheia: 1308, Activa Ponta: 645 e Activa de Vazio: 1674 = 3627 kWh. * No dia 23.04 a distribuidora comunica as seguintes leituras: Activa Cheia: 1793, Activa Ponta: 964 e Activa de Vazio: 2169 = 4926kWh Desta forma, até o dia 23.04.2019 o consumo foi de 1299kWh, excedendo 299kWh. * No dia 2019-06-26 (data da baixa) a distribuidora comunica: Activa Cheia: 1989, Activa Ponta: 1083 e Activa de Vazio: 2361 = 5433kWh. Entre o dia 23.04 a 26.06 o consumo foi de 507kW. O total do consumo no periodo de vigencia do contrato foi de 1806kWh. No Documento de Pagamento nº 19020310107693099 foi cobrado 1,1 meses; No Documento de Pagamento nº 19030310107221699 foi cobrado 0,9 meses; No Documento de Pagamento nº 19040310115525999 foi cobrado 1,0 meses; No Documento de Pagamento nº 19050310112844599 foi cobrado 1,0 meses + 334kWh de excesso (dos quais 35 kWh estimado); No Documento de Pagamento nº 19060310105675699 foi cobrado 1,0 meses + 107kWh de excesso (estimado); No Documento de Pagamento nº 19060310126179199 foi cobrado 0,8 meses + 507 kWh + 6,2 meses (tendo sido devolvido o consumo estimado de 35 + 107 kwh); Ou seja, se o consumo anual era de 1000kWh, que equivale a 12 meses. (1,1+0,9+1,0+1,0+1,0+0,8+6,2 = 12meses); Consumo total foi de 1806kWh, ou seja, o excesso cobrado de 299+507 = 806kWh Total: 1806kWh. Desta forma, informamos que a faturação encontra se corretamente emitida. Mais informamos que, tudo o acima exposto foi comunicado por escrito a Exma. Senhora Juliana Isabel Ramos Neves, a 19 de julho de 2019. Na esperança de termos esclarecido todas as questões inerentes à situação, disponibilizamo-nos para o esclarecimento de qualquer questão adicional que possa surgir. Com os nossos melhores cumprimentos, Endesa Energia Sucursal Portugal www.endesa.pt Contacto: 800 101 033 Todos os dias das 08h às 23h

  • Enviada à DECO PROTESTE a 01 agosto 2019
  • Mensagem privada

Precisa de apoio?

Peça ajuda aos nossos juristas

211 215 750

Dias úteis, das 9 às 18 horas