Com intervenção da DECO PROTESTE

Securitas Direct Portugal, Unipessoal, Lda.


Esta reclamação é pública

  • B. P. Para Securitas Direct Portugal, Unipessoal, Lda.

    Venho, por esse meio, comunica a V. Exa. que ao solicitar ao cancelamento do contrato de sistema de segurança, me informaram que deveria cumprir com o período de fidelização ou então vender e transferir para outra pessoa/empresa. No acto da venda do sistema, o promotor da Securitas nos informou que seria possível solicitar o cancelamento com um motivo relevante para isso, como a suspensão da loja da empresa, sendo que fechamos e não abrimos outra loja. Como do período de abril a junho não conseguimos efetuar a venda, não temos condições de pagar o serviço que foi suspenso em abril, e que precisar efetuar o cancelamento e negociar os valores cobrados que são justos, ou seja, até o mês de abril. Avaliem o que é possível fazer para resolvermos essa situação. Obrigado. Cumprimentos, Belini Pereira.

    Detalhes da reclamação

    Venho, por esse meio, comunica a V. Exa. que ao solicitar ao cancelamento do contrato de sistema de segurança, me informaram que deveria cumprir com o período de fidelização ou então vender e transferir para outra pessoa/empresa. No acto da venda do sistema, o promotor da Securitas nos informou que seria possível solicitar o cancelamento com um motivo relevante para isso, como a suspensão da loja da empresa, sendo que fechamos e não abrimos outra loja. Como do período de abril a junho não conseguimos efetuar a venda, não temos condições de pagar o serviço que foi suspenso em abril, e que precisar efetuar o cancelamento e negociar os valores cobrados que são justos, ou seja, até o mês de abril. Avaliem o que é possível fazer para resolvermos essa situação. Obrigado. Cumprimentos, Belini Pereira.

    Solução pretendida

    Cancelamento do contrato e cobrança justa

    Documentos anexados
    • Documento comprovativo
  • Securitas Direct Portugal, Unipessoal, Lda. Para B. P.

    Bom dia, Exmos. Senhores. Acusamos a recepção da vossa comunicação relativa ao nosso cliente 598694 , referência CPTPT00680962-22, e vimos desta forma prestar os seguintes esclarecimentos. O contrato celebrado com a Securitas Direct na cláusula 3 refere o seguinte: “A duração inicial do presente contrato será de dois anos. Decorrido esse tempo, o contrato será prorrogado por anuidades sucessivas, salvo se uma das duas partes notificar a outra por correio registado e com um mês de antecedência a contar da data do seu termo, a decisão rescisão do contrato.” O contrato em questão foi celebrado a 19 de Novembro de 2018 estando em período de fidelização até dia 19 de Novembro de 2020. Cliente fechou estabelecimento mas não cessou atividade da empresa nas finanças e por isso terá de cumprir a fidelização. De qualquer modo foram sugeridas alternativas, tais como, alteração de titularidade e reinstalação do equipamento noutro local. Por ultimo, referir que a todos os contratos da Securitas Direct está inerente uma mensalidade, o cliente paga sempre o serviço de ligação à central de alarmes bem como a manutenção do equipamento, entre outros serviços associados. O valor deste serviço está explicito em contrato assinado pelo cliente. Ficamos ao dispor para qualquer esclarecimento e/ou informação adicional. Os melhores cumprimentos, Rute Silva Departamento Fidelização T: + 351 21 414 70 44 Ext.: 83267 [cid:image001.png@01D53188.0861D440] Alvará 138C - MAI Securitas Direct Portugal Lda Praceta Professor Alfredo de Sousa, 3 1495-241 Algés Oeiras

    Bom dia, Exmos. Senhores. Acusamos a recepção da vossa comunicação relativa ao nosso cliente 598694 , referência CPTPT00680962-22, e vimos desta forma prestar os seguintes esclarecimentos. O contrato celebrado com a Securitas Direct na cláusula 3 refere o seguinte: “A duração inicial do presente contrato será de dois anos. Decorrido esse tempo, o contrato será prorrogado por anuidades sucessivas, salvo se uma das duas partes notificar a outra por correio registado e com um mês de antecedência a contar da data do seu termo, a decisão rescisão do contrato.” O contrato em questão foi celebrado a 19 de Novembro de 2018 estando em período de fidelização até dia 19 de Novembro de 2020. Cliente fechou estabelecimento mas não cessou atividade da empresa nas finanças e por isso terá de cumprir a fidelização. De qualquer modo foram sugeridas alternativas, tais como, alteração de titularidade e reinstalação do equipamento noutro local. Por ultimo, referir que a todos os contratos da Securitas Direct está inerente uma mensalidade, o cliente paga sempre o serviço de ligação à central de alarmes bem como a manutenção do equipamento, entre outros serviços associados. O valor deste serviço está explicito em contrato assinado pelo cliente. Ficamos ao dispor para qualquer esclarecimento e/ou informação adicional. Os melhores cumprimentos, Rute Silva Departamento Fidelização T: + 351 21 414 70 44 Ext.: 83267 [cid:image001.png@01D53188.0861D440] Alvará 138C - MAI Securitas Direct Portugal Lda Praceta Professor Alfredo de Sousa, 3 1495-241 Algés Oeiras

  • Enviada à DECO PROTESTE a 22 agosto 2019
  • Mensagem privada

Precisa de apoio?

Peça ajuda aos nossos juristas

211 215 750

Dias úteis, das 9 às 18 horas