Caixa Geral de Depósitos


Esta reclamação é pública

  • A. L. Para Caixa Geral de Depósitos

    A reclamação têm inicio em Janeiro de 2012 tinha acabado de entrar para universidade do Minho no Campus de Guimarães onde ficaria situado a agência da caixa geral de depósitos durante a inscrição foi me cedido toda a documentação para abertura de conta que seria sem custos visto ser uma contas estudantes...., até aqui tudo bem. comecei a depositar algumas dezenas de € para movimentar a conta, ora isso foi sol de pouco dura pois passado 4 meses dirigindo-me a uma caixa multibanco para efectuar um levantamento, o cartão foi caçado pela maquina. Passado uns dias dirigi-me a agência no Campus onde fui informado que tal aconteceu porque segundo a agência estaria em litígio para com o Banco e que a conta estaria congelada ao qual respondi com ignorância que já estivera em litígio , mas que naquele momento estaria já em insolvência e que normalmente esta informação já deveria estar em posse do banco ( ao qual eu pergunto porquê que abriram a conta?). Ao que o director do banco me respondeu que nada poderia fazer para reactivar a conta,e que eu estaria impossibilitado de encerrar a mesma até que esta situação fosse resolvida. Passaram 7 anos, 7 ..., inicio de 2018 depois de tantos anos e já com a exoneração efectiva pensei que o assunto estaria arrumado e trancado a sete chaves, mas não, volto ao portal do banco inseri os códigos de acesso tudo muito bem verifico o saldo e lá está a maioria do saldo tinha desaparecido mas como pergunto eu, uma conta que não pode ser encerrada não pode efectuar qualquer tipo de movimentações e continua congelada passado 6 anos teve que pagar manutenção de conta porquê? Mas como sou persistente e gosto de perceber por mim mesmo em Janeiro de 2018 fiz um deposito de 40€ que também não pude movimentar pois a conta continua suspensa mas continua a ser debitada a manutenção de conta. Agora passado um ano, querendo verificar se a nível de responsabilidade de credito estava tudo em ordem, para meu grande espanto mais uma vinda desta mesma agência ao mesmo banco não percebo de onde vêm esta responsabilidade sabendo que deste banco só e só tenho uma conta que passado 6 anos continua congelada não tenho nem cartões nem caderneta e pouca disponibilidade para ir a agências de incompetentes. Por isso peço ao portal que analise esta situação mas não só a minha que tente aprovar de quantas contas este banco está a extorquir dinheiro de contas inactivas e congeladas por eles mesmos. Além desta instituição não dar cavaco a ninguém nem sequer se dar ao trabalho de informar o cliente do ponto da situação, passado dois meses ainda arranjaram forma de acordar o dragão, pois para mais uma vez o meu espanto quando acedi a conta de novo neste dia o que deparei?... mais umas cobrança de manutenção de conta e desta vez não foram assim tão poucas foram mesmo até o ultimo cêntimo. Mas quando é que isto vai parar alguém sabe? É vergonhoso. sem mais assunto Agradecimentos. António Freitas de Lima

    Detalhes da reclamação

    A reclamação têm inicio em Janeiro de 2012 tinha acabado de entrar para universidade do Minho no Campus de Guimarães onde ficaria situado a agência da caixa geral de depósitos durante a inscrição foi me cedido toda a documentação para abertura de conta que seria sem custos visto ser uma contas estudantes...., até aqui tudo bem. comecei a depositar algumas dezenas de € para movimentar a conta, ora isso foi sol de pouco dura pois passado 4 meses dirigindo-me a uma caixa multibanco para efectuar um levantamento, o cartão foi caçado pela maquina. Passado uns dias dirigi-me a agência no Campus onde fui informado que tal aconteceu porque segundo a agência estaria em litígio para com o Banco e que a conta estaria congelada ao qual respondi com ignorância que já estivera em litígio , mas que naquele momento estaria já em insolvência e que normalmente esta informação já deveria estar em posse do banco ( ao qual eu pergunto porquê que abriram a conta?). Ao que o director do banco me respondeu que nada poderia fazer para reactivar a conta,e que eu estaria impossibilitado de encerrar a mesma até que esta situação fosse resolvida. Passaram 7 anos, 7 ..., inicio de 2018 depois de tantos anos e já com a exoneração efectiva pensei que o assunto estaria arrumado e trancado a sete chaves, mas não, volto ao portal do banco inseri os códigos de acesso tudo muito bem verifico o saldo e lá está a maioria do saldo tinha desaparecido mas como pergunto eu, uma conta que não pode ser encerrada não pode efectuar qualquer tipo de movimentações e continua congelada passado 6 anos teve que pagar manutenção de conta porquê? Mas como sou persistente e gosto de perceber por mim mesmo em Janeiro de 2018 fiz um deposito de 40€ que também não pude movimentar pois a conta continua suspensa mas continua a ser debitada a manutenção de conta. Agora passado um ano, querendo verificar se a nível de responsabilidade de credito estava tudo em ordem, para meu grande espanto mais uma vinda desta mesma agência ao mesmo banco não percebo de onde vêm esta responsabilidade sabendo que deste banco só e só tenho uma conta que passado 6 anos continua congelada não tenho nem cartões nem caderneta e pouca disponibilidade para ir a agências de incompetentes. Por isso peço ao portal que analise esta situação mas não só a minha que tente aprovar de quantas contas este banco está a extorquir dinheiro de contas inactivas e congeladas por eles mesmos. Além desta instituição não dar cavaco a ninguém nem sequer se dar ao trabalho de informar o cliente do ponto da situação, passado dois meses ainda arranjaram forma de acordar o dragão, pois para mais uma vez o meu espanto quando acedi a conta de novo neste dia o que deparei?... mais umas cobrança de manutenção de conta e desta vez não foram assim tão poucas foram mesmo até o ultimo cêntimo. Mas quando é que isto vai parar alguém sabe? É vergonhoso. sem mais assunto Agradecimentos. António Freitas de Lima

    Solução pretendida

    Reembolso: € 1000,00

    Compensação

    Reparação

    Documentos anexados
    • Documento comprovativo

Precisa de apoio?

Peça ajuda aos nossos juristas

211 215 750

Dias úteis, das 9 às 18 horas