voltar

Carta de Desinteresse custa 50€ + IVA

Caso encerrado Resolvida sem sucesso Com intervenção da DECO PROTESTE

Esta reclamação é pública

Reclamação

F. P.

Para: Abanca Corporación Bancária S.A.

20/01/2017

A questão é muito simples. Enviei ao meu banco, conforme fiz anteriormente sempre que procuro por melhores ofertas em termos de seguro de vida, a informação de que necessitava de uma Carta de Desinteresse para cancelamento de apólice do seguro de vida actual, porque encontrei uma melhor proposta e pretendo alterar. Recebo a seguinte comunicação do meu gestor de conta: "A emissão de declaração para a Real tem um custo de 50€ + IVA. Por favor, verifique junto da seguradora se, por exemplo, eles nos podem contactar directamente para confirmarem o nosso desinteresse e assim dispensar esta declaração." Como devem calcular isto não faz sentido nenhum, aliás nunca tal coisa me tinha sido solicitada anteriormente. E não estou a ver a seguradora a ligar para a instituição bancária, e a perder um cliente, afim de prestar tal informação, porque com certeza quererá um documento escrito dessa mesma informação. Não me parece de todo correcto da instituição bancária este tipo de acção, aliás umas instituição bancária que teve uma parceria com vocês, DECO, e que graças e esse mesmo protocolo foi o meu banco de escolha, mas é claro que não estava à espera de uma situação destas! Se estivermos a analisar as contas, tenho neste momento intenção de mudar de seguradora para fazer uma poupança de perto de 15€/ano, mas se tenho que pagar 50€+IVA por um documento onde está a minha livre opção de procurar no mercado por uma outra seguradora? Existe algo aqui que me transcende, e pouco transparente. Como é que me podem ajudar?

Solução pretendida

  • O pretendido é que me seja possivel obter a respectiva declaração sem custos, porque no final das contas o beneficiário é sempre o banco, por um custo que é suportado por mim, onde este é que tem que dar aval de deferimento sempre que eu pretender mudar de seguro (algo que também não compreendo porque é que tem que ser assim, não deveria simplesmente a instituição bancária ser comunicada, agora ainda tem que dar o seu aval?)

Resposta (1)

Enviada à DECO PROTESTE a 20 janeiro 2017

F. P.

Para: DECO PROTESTE

03/02/2017
Esta resposta é privada