×

Cookies

Este website utiliza cookies que facilitam a navegação, o registo e a recolha de dados estatísticos.

A informação armazenada nos cookies é utilizada exclusivamente pela DECO PROTESTE. Ao navegar com os cookies ativos consente a sua utilização.

 

Saber mais
Mais mobilidade

Perguntas Frequentes

Quem pode beneficiar do renting negociado pela DECO PROTESTE com a LeasePlan?

Todos os consumidores, subscritores e não subscritores das publicações da DECO PROTESTE, podem registar-se no portal Mais Mobilidade e aproveitar o melhor renting que negociámos para cinco automóveis.

Não sou sócio da DECO PROTESTE. Também posso registar-me e aceder ao renting negociado para ter carro novo?

Sim, claro. Todos os consumidores podem registar-se no portal Mais Mobilidade e assim ter carro novo com o desconto e os serviços negociados pela DECO PROTESTE com a LeasePlan.

Como aproveitar as condições especiais que a DECO PROTESTE negociou?

Para participar, basta registar-se no site Mais Mobilidade e concordar com a política de tratamento de dados, aceitando receber comunicações sobre as nossas atividades e ações. Também tem de preencher o formulário a solicitar que a LeasePlan entre em contacto e apresente o contrato ao abrigo do acordo celebrado com a DECO PROTESTE. Pode fazê-lo até 31/08/2019.

O que distingue o renting e quais são as vantagens face ao crédito?

Montante, garantia e propriedade do carro desde o início definem a melhor opção. Em regra, o leasing ou ALD são as melhores opções para quem não deseja ser proprietário do automóvel desde o início. Para ser logo dono do carro, opte pelo crédito bancário. No ALD e no leasing, a instituição compra o veículo e permite que o consumidor o utilize, pagando uma renda mensal. As taxas de juro são mais baixas do que no crédito bancário e não paga imposto de selo pela abertura do crédito e pelos juros. Já o imposto de circulação automóvel e a inspeção ficam por conta do cliente. Ao optar pelo ALD, obriga-se a comprar o carro por contrato-promessa, assinado ao mesmo tempo que o de locação financeira. No leasing, também pode comprar, mas não é obrigatório. Regra geral, estas modalidades exigem o preenchimento de uma livrança em branco como garantia. Pode ainda ser pedido um aval ou fiança. Uma parte do capital é deixada para o fim (valor residual). A maioria das instituições define mínimos simbólicos ou 2% do valor financiado. Para ficar com o carro, tem de transferir a propriedade.

O renting pode ser uma alternativa, permitindo utilizar o veículo por um determinado período, mediante o pagamento de uma mensalidade. Os pacotes básicos, em que a compra e a manutenção da viatura ficam a cargo da empresa de renting, apenas incluem, além destes serviços, a utilização da viatura. As opções mais completas contemplam o seguro com danos próprios (obrigatório na modalidade), pneus, veículo de substituição, ou a gestão de sinistros. É ainda possível subscrever serviços de Via Verde, combustível, realização de inspeções periódicas, entre outros.

Mas renting porquê? Posso mesmo ter carro novo sem mais compromissos?

O renting permite ao cliente utilizar o veículo por um determinado período, sem grande desassossego pelo caminho. Chave na ignição, pé no acelerador, ponto morto nas preocupações. Ter carro através de renting dispensa o consumidor das habituais obrigações, que podem ir da compra do veículo à manutenção. É uma opção mais usada por empresas, mas pode ser uma alternativa a considerar pelos particulares. Esta modalidade permite, por um período que, geralmente, vai dos 12 aos 72 meses, usar o carro pagando à empresa de renting uma mensalidade, estipulada com base numa previsão dos quilómetros percorridos. Conselho: fazer uma estimativa realista, pois os quilómetros rodados em excesso podem sair caros. Embora possa optar por pacotes básicos, que incluem, além da utilização da viatura, a compra e a manutenção, quem recorre ao renting procura uma solução, acima de tudo, cómoda. As empresas disponibilizam pacotes com mais serviços, como o seguro com danos próprios (obrigatório nesta modalidade), a gestão de pneus, veículo de substituição, e a gestão de sinistros. É ainda possível subscrever serviços de gestão de Via Verde, combustível, pagamento de impostos (inclui apenas o serviço; o valor a pagar acresce à renda), realização de inspeções periódicas, entre outros.

Esta solução garante todas as vantagens de ter um automóvel sem ter de comprá-lo. Com o renting, ter carro é simples, cómodo e sem riscos. Não exige entrada inicial, nem despesas de abertura: paga apenas a renda mensal. Inclui numa só fatura os custos implícitos na compra, o desgaste da utilização do automóvel e os riscos relacionados com a manutenção e a circulação. Paga uma única fatura a um só fornecedor. Com o renting, evita surpresas. O renting negociado garante manutenção e assistência em todo o território nacional e União Europeia.

Quais são os serviços incluídos na proposta da Leaseplan?

Na proposta negociada pela DECO PROTESTE, destacamos a manutenção, as revisões, os pneus ilimitados, os impostos, o seguro automóvel, a assistência em viagem, o carro de substituição e uma linha de apoio 24 horas por dia.

Quais são os automóveis abrangidos por esta iniciativa?

Negociámos vantagens únicas para cinco diferentes tipos de automóveis, esperando com esta iniciativa ajudar todos os portugueses a ter um carro novo com desconto: um citadino cabrio a gasolina, Fiat 500, um pequeno familiar a gasóleo, Seat Leon, um SUV a gasóleo, Nissan Qashqai, um híbrido plug-in, BMW Série 2 Active Tourer, e um carro 100% elétrico, Nissan Leaf.

Quais as principais características do carro elétrico?

Um veículo totalmente elétrico utiliza um ou mais motores elétricos ou motores de tração para propulsão. A energia utilizada para conduzir um elétrico é armazenada na bateria e esta é carregada numa estação de carregamento (em casa, no escritório ou em público). Conduzir um elétrico é mais simples do que conduzir um carro convencional. Não utiliza o pedal do travão com tanta frequência devido ao sistema de travagem regenerativa que desacelera o carro quando tira o pé do acelerador. Um veículo elétrico requer menos manutenção do que um de combustão tradicional. Um elétrico tem menos partes móveis, como resultado o seu motor tem menos desgaste. Mudanças de óleo, escape e embraiagem, são coisas do passado. Outros recursos podem ajudar a gerir a viagem, como um sistema de navegação com informações sobre pontos de carregamento ou uma app que controla o carregamento através do smartphone.

Quais são os benefícios fiscais do renting de carros elétricos?

Tendo em conta as características e o impacto ambiental dos veículos elétricos, destacamos os incentivos fiscais:

  • Isenção de Imposto sobre Veículos;
  • Isenção do Imposto Único de Circulação (válido para veículos 100% elétricos);
  • Isenção do IVA sob a locação (válido para veículos 100% elétricos);
  • Isenção das taxas de tributação autónoma (válido para veículos 100% elétricos);
  • No caso dos híbridos plug-in, as taxas são reduzidas a metade;
  • Dístico identificativo de veículo elétrico (gratuito e obrigatório para todos os elétricos numa zona de estacionamento para carregamento público);
  • Alguns municípios já têm estacionamento grátis para veículos elétricos.

Quanto tempo demora a carregar a bateria do veículo?

Depende de vários fatores: o tipo de veículo, a potência na bateria, a rapidez com que o veículo é carregado e o tipo de estação de carregamento. Quando carrega o carro com uma tomada de energia padrão, são necessárias 5 a 10 horas de carregamento. Mas, quando utiliza um posto de carregamento rápido, que encontra nas autoestradas, demora aproximadamente 30 minutos a carregar 80% da bateria.

Qual é a autonomia das baterias?

Varia consoante o tamanho da bateria e da eficiência do carro. Pode conduzir 200 a 250 km com uma bateria completamente carregada com a capacidade de 40kWh. Mas se fizer uma condução calma pode ir mais longe. Carros com uma bateria de 64kWh têm uma capacidade maior (350 a 400 km). A velocidade é a maior responsável pelo consumo da bateria. Evite temperaturas altas ou baixas, conduzir com vento forte e conduzir por um longo período numa subida.

Onde posso carregar o carro?

Poderá carregá-lo num posto público, no local de trabalho ou em casa. Se optar por carregar em casa, pode usar uma tomada convencional ou instalar um carregador. A diferença é tempo. A tomada convencional demora 20 horas para carregar 80% da capacidade da bateria. O carregador doméstico demora entre 3 a 8 horas conforme a potência do carregador. Além da rapidez, esta opção garante maior segurança do carregamento. Se não carregar em casa ou no escritório, conta com a rede pública Mobi.E. É composta por postos tradicionais (lentos) e alguns de carregamento rápido, garantindo 80% da bateria em 30 minutos.

Posso carregar fora de Portugal?

Sim, é possível. Com a solução LeasePlan e a app LeasePlan Charging encontra vários pontos. Há mais de 70 mil carregadores públicos. Utilize a App LeasePlan ou vá até www.plugsurfing.com e encontre uma lista dos pontos de carregamento na Europa.

Como é garantido o melhor preço Leaseplan?

No caso de encontrar uma melhor proposta, deve apresentá-la à LeasePlan na negociação do contrato. Este preço é válido até 31 de julho para campanhas da LeasePlan nas mesmas condições, contratadas diretamente ou através de terceiros, com apresentação da proposta.