Este website utiliza cookies que facilitam a navegação, o registo e a recolha de dados estatísticos.
A informação armazenada nos cookies é utilizada exclusivamente pela PROTESTE INVESTE. Ao navegar com os cookies ativos consente a sua utilização.
1.º MÊS GRATUITO
Conselhos independentes de investimento

Obrigações do Tesouro: últimas análises

Obrigações do Tesouro: para investir neste título de dívida pública do Estado português é necessário recorrer à bolsa. Conheça as especificidades das OT e saiba como aplicar corretamente com as nossas análises.



Análises mais recentes

Nova emissão das OTRV: vale a pena subscrever?

À Euribor atual, a nova emissão de Obrigações do Tesouro de Rendimento Variável (OTRV Agosto 2022) rende 1,2%. Tenha atenção às comissões pois, ao contrário dos certificados de aforro, este produto de dívida pública é comercializado nos bancos.

OTRV Abril 2022: nova emissão do Estado rende 1,4%

À Euribor atual, a nova emissão de Obrigações do Tesouro de Rendimento Variável (OTRV Abril 2022) rende 1,4%. Mas se as taxas subirem, poderão ter um retorno mais interessante. Tenha atenção aos custos.

Obrigações do Tesouro: já vale a pena investir?

A subida do rendimento das Obrigações do Tesouro com prazos superiores a cinco anos tem despertado a atenção dos investidores. Será já o momento certo para investir neste produto de dívida pública do Estado?

OTRV ou CTPM: quem leva a taça?

As Obrigações do Tesouro de Rendimento Variável (OTRV) podem ser uma boa opção para investir a cinco anos caso a Euribor suba. Para montantes baixos os Certificados do Tesouro (CTPM) vencem a disputa.

Quem ganha com as OTRV?

O Estado ganha com as OTRV, porque os particulares pagam IRS sobre os juros; os bancos lucram através das comissões, mas para o pequeno investidor o ganho é menos claro.

Compensa investir nas novas OTRV?

As OTRV Novembro 2021 estarão disponíveis para subscrição de 14 a 25 de novembro. Rendem 1,4%, mas tenha atenção aos custos.

OTRV agosto 2021: novo produto do Estado rende 1,5%

A partir do dia 20 de julho será possível subscrever uma nova emissão das Obrigações do Tesouro de Rendimento Variável. Vale a pena investir?

Novo produto do Estado: não invista menos de 5 mil euros

Os custos de negociação são uma desvantagem das Obrigações do Tesouro de Rendimento Variável em relação aos Certificados de Aforro e do Tesouro. Se investir o valor mínimo pode até perder dinheiro.

<< Análises anteriores

Avaliação a pedido

Analisamos o seu produto financeiro

a minha carteira

Teste as suas estratégias de investimento
Criar  

Conteúdo reservado para subscritores X

Vantagens exclusivas

  • Conselhos isentos
  • Avaliação de produtos financeiros
  • Carteiras de ações e de fundos

"Sigo os conselhos da Proteste Investe e, este ano, estou a ter uma rentabilidade de 5% na minha carteira de investimento."