Este website utiliza cookies que facilitam a navegação, o registo e a recolha de dados estatísticos.
A informação armazenada nos cookies é utilizada exclusivamente pela PROTESTE INVESTE. Ao navegar com os cookies ativos consente a sua utilização.
1.º MÊS GRATUITO
Conselhos independentes de investimento

Juros mais altos? Sim, no Canadá

Data da publicação: 14/07/2017

As autoridades monetárias de Otava consideram que o país está a crescer acima do potencial e subiram as taxas de juro.

 

O banco central canadiano decidiu aumentar as taxas diretoras. A taxa de juro de referência (para empréstimos diários) subiu de 0,5% para 0,75%, sendo que as taxas dos depósitos evoluíram no mesmo sentido.

 

O primeiro trimestre foi impressionante, com um crescimento económico anualizado de 3,7%. Espera-se uma redução do ritmo durante o resto do ano, mas irá permanecer em níveis elevados. A procura das famílias é acentuada, apoiada pela baixa taxa de desemprego (6,5% em junho), a subida dos salários reais e uma conjuntura internacional favorável.

 

Assim, as autoridades monetárias de Otava destacam que o país está a crescer acima do potencial para justificar a decisão de subir as taxas de juro. De momento, a inflação permanece baixa, mas consideram que é um fenómeno temporário.

 

Contudo, se nos Estados Unidos chegou o momento para a normalização da política monetária, as autoridades canadianas prometem ser mais cuidadosas e acompanhar de perto a evolução da inflação antes de novas alterações.

 

Bem posicionado para beneficiar do desempenho da economia norte-americana e com uma boa dinâmica no mercado interno, o Canadá apresenta um ritmo de crescimento forte e equilibrado. Em termos cambiais, o dólar canadiano está relativamente atrativo face ao euro. Aconselhamos a inclusão de ações canadianas numa carteira diversificada através do fundo UBS Equity Canada ou do ETF iShares MSCI Canada.

 

Avaliação a pedido

Analisamos o seu produto financeiro

a minha carteira

Teste as suas estratégias de investimento
Criar  

Conteúdo reservado para subscritores X

Vantagens exclusivas

  • Conselhos isentos
  • Avaliação de produtos financeiros
  • Carteiras de ações e de fundos

"Sigo os conselhos da Proteste Investe e, este ano, estou a ter uma rentabilidade de 5% na minha carteira de investimento."