Este website utiliza cookies que facilitam a navegação, o registo e a recolha de dados estatísticos.
A informação armazenada nos cookies é utilizada exclusivamente pela PROTESTE INVESTE. Ao navegar com os cookies ativos consente a sua utilização.
ver mais sobre cookies
ok, continuar
Universo DECO:

Ações: análises e conselhos

Resultados das empresas, perspetivas futuras, mudanças de conselho, operações de compra, venda ou aumento de capital: as análises regulares das ações incluídas na nossa seleção pretendem ajudá-lo, de modo simples e objetivo, nas suas decisões de investimento.



Análises mais recentes

EDP Renováveis: dados preliminares fracos

A EDP Renováveis (EDPR) divulgou dados preliminares algo fracos relativos à sua atividade no primeiro trimestre deste ano.

EDP: produção desceu 9%

Os dados previsionais relativos à atividade da EDP no primeiro trimestre são algo débeis.

Syngenta: vendas trimestrais estáveis

As vendas do primeiro trimestre da Syngenta ficaram estáveis a taxas de câmbio constantes, mas caíram 14% em dólares, divisa de apresentação das contas.

Schnitzer Steel: resultados no vermelho

O colapso do preço dos aços reciclados forçou a Schnitzer a depreciar o valor dos seus ativos, mergulhando os resultados no vermelho pelo segundo trimestre consecutivo.

Setor da alimentação: sinais de melhoria

Desempenho global satisfatório para os gigantes mundiais do setor alimentar no primeiro trimestre, permitindo-lhes confirmar os objetivos para 2015.

Bank of America: rentabilidade trimestral baixa

Entre 15/04/2014 e 15/04/2015 (data dos resultados trimestrais), a cotação do Bank of America caiu 4,6%.

Nokia: oferta sobre a Alcatel-Lucent

A Nokia assinou um acordo para comprar a Alcatel-Lucent. Consideramos a oferta demasiado cara e a integração será difícil.

LVMH: euro fraco impulsiona resultados

Apesar de impulsionado por efeitos cambiais, o primeiro trimestre não tranquiliza quanto à evolução da atividade. Subimos ligeiramente as previsões de lucros.

Acesso exclusivo para subscritores

  • Análises independentes
  • Conselhos especializados
  • Comparação de produtos


Conteúdo reservado para subscritores X

Vantagens exclusivas

  • Conselhos isentos
  • Avaliação de produtos financeiros
  • Carteiras de ações e de fundos

"Sigo os conselhos da Proteste Investe e, este ano, estou a ter uma rentabilidade de 5% na minha carteira de investimento."