Este website utiliza cookies que facilitam a navegação, o registo e a recolha de dados estatísticos.
A informação armazenada nos cookies é utilizada exclusivamente pela PROTESTE INVESTE. Ao navegar com os cookies ativos consente a sua utilização.
1.º MÊS GRATUITO
Conselhos independentes de investimento
página principal > análises

Imobiliário: análises



Análises mais recentes

Mais alertas de bolha

São várias as vozes alinhadas na constatação de que os preços do imobiliário residencial em Portugal estão demasiado elevados.

Lar, doce segundo lar

Tem uma segunda casa, bem situada, e não sabe o que lhe fazer? O alojamento local pode ser a resposta.

Casas de repouso: uma atividade em crescendo

As casas de repouso são um mercado que, pelos dados estatísticos do Eurostat, fará sentido explorar.

Arrendar casa: O que pode mudar (mas ainda não mudou)

As propostas de lei do Governo e dos partidos de esquerda sobre o arrendamento estão ainda a ser discutidas na especialidade. Entre elas, está a possibilidade de isenção de pagamento de IRS e IRC dos rendimentos dos imóveis enquadrados no programa Renda Acessível.

Bolha imobiliária: saiba se deve comprar casa

Os preços das casas continuam a subir. Em Lisboa, estão reunidas as condições para uma bolha imobiliária. Se as taxas do crédito à habitação subirem e os estrangeiros fugirem, pode rebentar. Será boa altura para comprar casa?

Fundos imobiliários: invista com prudência

Os fundos imobiliários abertos permitem investir pequenos montantes no setor imobiliário como parte de uma carteira diversificada. Os quatro fundos analisados destacam-se em relação à média dos restantes no mercado. Ainda assim aconselhamos prudência na hora de investir.

Leilões de imóveis: como fazer um bom negócio

A PROTESTE INVESTE (PI) foi a três leilões em Portugal e verificou que quase metade dos imóveis obteve um desconto entre 25% e 50%. Em Viseu, o desconto chegou aos 74%.

Multas pesadas para quem cometer irregularidades no “crowdfunding”

O novo diploma publicado hoje em Diário da República diz que quem cometer irregularidades no financiamento colaborativo conhecido por 'crowdfunding', poderá ter coimas que vão desde os 2.500 a 1.000.000 euros. Estas contraordenações serão aplicadas pela CMVM e pela ASAE.

Conteúdo reservado para subscritores X

Vantagens exclusivas

  • Conselhos isentos
  • Avaliação de produtos financeiros
  • Carteiras de ações e de fundos

"Sigo os conselhos da Proteste Investe e, este ano, estou a ter uma rentabilidade de 5% na minha carteira de investimento."