Este website utiliza cookies que facilitam a navegação, o registo e a recolha de dados estatísticos.
A informação armazenada nos cookies é utilizada exclusivamente pela PROTESTE INVESTE. Ao navegar com os cookies ativos consente a sua utilização.
página principal > depósitos a prazo > últimas análises

Depósitos a prazo e Contas-poupança: últimas análises



Análises mais recentes

O que fazer se receber uma carta do banco sobre depósitos?

“Recebi uma carta do meu banco sobre a proteção dos depósitos. É normal? As minhas poupanças estão em risco?”

Fundo de garantia cobre depósitos em offshores?

“Falaram-me da possibilidade de constituir depósitos a prazo na Zona Franca da Madeira. Estas contas estão também abrangidas pelo Fundo de Garantia de Depósitos?”

Montepio Super Poupança rende 0,5% ao ano

Depósito para um prazo de três anos. O rendimento anual é de apenas 0,5%.

Montepio Super Depósito 2017: apenas 0,5% a três meses

Exclusivo para novos recursos, mas de “super” tem muito pouco. Ganha 0,5% nos primeiros três meses e nas renovações rende praticamente nada.

Depósito em dólares rende mais do que em euros?

“É interessante fazer um depósito a prazo em dólares? Quero aplicar 40 mil euros a 3, 6 ou 12 meses.”

Comissões bancárias: DECO exige Banco de Portugal menos passivo

A lei proíbe os bancos de cobrarem custos sem que haja serviços associados. Mas a realidade é outra nos principais bancos portugueses. Há um ano que a DECO exige maior intervenção do regulador.

Melhor depósito a prazo rende 1,8%

São poucos os depósitos a prazo que rendem acima da inflação prevista para este ano, que varia entre 1,1 e 1,5%. Descubra os melhores depósitos a prazo entre três meses e cinco anos.

Qual o melhor depósito a prazo a um ano?

Para evitar a desvalorização das suas poupanças, é importante optar pelas melhores taxas. Saiba quais os melhores depósitos a prazo a 12 meses.

Conteúdo reservado para subscritores X

Vantagens exclusivas

  • Conselhos isentos
  • Avaliação de produtos financeiros
  • Carteiras de ações e de fundos

"Sigo os conselhos da Proteste Investe e, este ano, estou a ter uma rentabilidade de 5% na minha carteira de investimento."