A melhor solução para ganhar mais com os seus investimentos

Os nossos especialistas garantem-lhe os melhores conselhos financeiros. Nos comparadores de ações, fundos ou depósitos, nas análises de investimento, e também através da linha telefónica, encontrará informação 100% independente para rentabilizar o seu dinheiro.

Parcerias exclusivas

Negociámos as melhores condições para si

com vista a obter rentabilidades superiores em diversos produtos financeiros

Conheça as vantagens

Faça crescer as poupanças

Beneficie de ferramentas exclusivas

descubra, por exemplo, quanto pode ganhar se investir em Certificados do Tesouro

Aceda ao nosso simulador
Análise Ações
Euronav: mudança de ciclo
ontem - quarta-feira, 22 de maio de 2019

Após 3 anos difíceis, os investidores estão já a antecipar uma mudança de ciclo na Euronav: a cotação sobe 41% desde o início de 2019. 

Ler a análise
Análise Depósitos e contas poupança
Os melhores depósitos a prazo a 12 meses
ontem - quarta-feira, 22 de maio de 2019

Saiba quais os melhores depósitos a prazo a 12 meses. Conheça também os depósitos mais rentáveis para 3 e 6 meses.

Ler a análise
Análise Fundos
O regresso da hegemonia do dólar?
Há 2 dias - terça-feira, 21 de maio de 2019

“O dólar é a nossa moeda, mas é o vosso problema". Esta frase, atribuída a um membro da administração Nixon no início dos anos 70, aplica-se novamente. 

Ler a análise
Análise Ações
Divulgação de resultados das empresas sem surpresas
Há 3 dias - segunda-feira, 20 de maio de 2019

O abrandamento económico global já havia baixado as expectativas para a época de divulgação de resultados das empresas, que está a terminar.

Ler a análise
Análise Ações
Sonae Indústria: resultado trimestral fraco
Há 3 dias - segunda-feira, 20 de maio de 2019

O resultado líquido caiu 68,5% face ao primeiro trimestre de 2018, que tinha sido beneficiado por ganhos não-recorrentes.

Ler a análise
Análise Ações
Sonae: resultados positivos
Há 3 dias - segunda-feira, 20 de maio de 2019

No dia da comunicação dos resultados do primeiro trimestre, a cotação do título caiu 3,1%. A desilusão neste arranque de ano foi a Worten, que se dedica ao retalho eletrónico.

Ler a análise
Mais