Notícias

Analisámos mais de 1600 produtos em promoção nos supermercados

Poucas falhas no pagamento

Além da presença dos artigos durante a campanha, verificámos se os expostos apresentavam o preço da promoção anunciada. Para confirmar se o desconto era bem aplicado, comprámos 887 exemplares (cerca de 30 por loja).

Na maioria das situações, os preços estavam afixados e correspondiam ao valor anunciado nos folhetos. Detetámos mais falhas no início das campanhas (5%), mas os produtos acabavam por ser vendidos ao preço promocional. Este problema deveu-se a falta de atualização da informação afixada nas lojas.

Em 18 supermercados o preço pago foi o esperado para todos os artigos. No Lidl da E.N. 109, em Aveiro, tal não ocorreu com um produto, por engano do operador de caixa. Já no Intermarché Super de Vale Figueira, Almada, comprámos cinco produtos sobre os quais não conseguimos verificar se pagámos um preço promocional, dado que o folheto apenas referia a percentagem de desconto e na loja só estava indicado um valor. Nos restantes 10 supermercados, detetámos discrepâncias em 15 produtos, mas só em três o consumidor saiu prejudicado. As diferenças entre o preço do folheto, o marcado e o pago podem advir de erros ou até do facto de o produto estar a ser vendido a um preço inferior ao do folheto. Embora sejam situações pontuais, convém sempre conferir o talão de pagamento.