Notícias

As instituições e empresas em que os portugueses confiam mais

Ranking das instituições

Com a nota mais alta (6,9), surge, no topo do índice de confiança, o sistema de ensino público. Embora seja a instituição mais bem classificada, o valor está, ainda assim, longe da excelência. Em segundo lugar, temos o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, que granjeia grande simpatia e popularidade junto dos portugueses. No polo oposto, está o sistema judiciário (4) que, ao contrário das restantes instituições, não registou alterações assinaláveis face ao estudo de 2016.

A Autoridade da Concorrência (4,4) também não reúne a simpatia dos portugueses. Apenas um décimo deposita elevada confiança neste organismo. Ao Banco de Portugal é atribuída uma classificação sofrível (4,9).

Instituição Índice
Sistema de ensino público 6,9
Presidente da República 6,7
Exército 6,6
Polícia 6,5
Serviço Nacional de Saúde (SNS) 6,3
Televisão Pública (RTP) 6,2
Câmara Municipal (da sua área) 5,8
Organização Mundial de Saúde (OMS) 5,8
Organização das Nações Unidas (ONU) 5,7
Meios de comunicação privados (TVs, jornais, media digital, etc.) 5,6
Indústria farmacêutica 5,5
Parlamento Europeu 5,4
Igreja Católica 5,4
Governo 5,1
Assembleia da República 5
Comissão Europeia 5
Banco de Portugal 4,9
Autoridade da Concorrência 4,4
Sistema judiciário 4