Notícias

Cadeirão de massagens de € 980 devolvido

02 fevereiro 2016
cadeirao-massagem-devolvido

02 fevereiro 2016

Numa venda ao domicílio, Aníbal Castelo, da Ericeira, comprou um cadeirão de massagens a prestações. O leitor arrependeu-se mais tarde e pediu para cancelar o contrato. Mas a empresa Larpuro dificultou a devolução do dinheiro.

O nosso leitor Aníbal Castelo foi visitado por um vendedor da empresa Larpuro. Este pretendia vender-lhe um cadeirão de massagens que custava 1 380 euros. Aníbal Castelo conseguiu um desconto de 400 euros. O preço final foi € 980, com pagamento em 18 prestações.

Depois de consultar a esposa, Mariana Castelo, o nosso leitor percebeu que o investimento não valia a pena. Decidiu cancelar o contrato de venda. Para tal, enviou o pedido em carta registada com aviso de receção.

Meses depois, Aníbal continuava sem solução e com o equipamento em casa. Face a estas dificuldades, contactou os nossos serviços.

Depois do nosso contacto, a Larpuro autorizou o cancelamento do contrato. O cadeirão foi devolvido de imediato e o crédito anulado com reembolso.

Se acha que foi burlado, quer devolver um produto e não consegue ou aguarda sem sucesso a resposta de uma empresa, deixe a sua queixa na nossa área Reclamar. Enviaremos a situação para a empresa. Também pode pedir a ajuda dos nossos especialistas.

Imprimir Enviar por e-mail