Notícias

Voucher sem data estraga férias na pousada

01 março 2016
voucher-sem-data

01 março 2016

O nosso associado José Cabral, de Azeitão, recebeu como oferta um voucher das Pousadas de Portugal, com o prazo de um ano, mas sem data. Quando se preparava para a viagem, informaram-no de que já tinha caducado.

O voucher não tinha data e, por ser oferta, José não tinha a fatura. Quando falou com as Pousadas de Portugal, foi informado de que o voucher seria substituído. Mas, após várias tentativas de contacto, tal não aconteceu.

Sem conseguir resolver o problema, José Cabral contactou-nos. Interpelámos a empresa.

Comunicámos que as Pousadas de Portugal estavam em falta perante a lei. A Pestana, entidade responsável pelo grupo, apesar de não concordar com o nosso argumento, aceitou encontrar uma solução para o sucedido.

No mesmo dia do nosso contacto, a empresa garantiu que já tinha resolvido a situação com o associado. Entregaram a José Cabral um voucher com nova validade. José usou-o para uma escapadinha de Carnaval.

A Pestana explicou-nos que só não tinha resolvido o problema por “agregação indevida da carta respetiva a outro similar entretanto resolvido”.

Saiba o que fazer quando as empresas de viagens e hoteleiras não respeitam os seus direitos.