Notícias

Viagem cancelada causa braço de ferro entre eDreams e SATA

Nuno Martins comprou uma viagem através da internet, mas a mudança dos horários dos voos levou-o a pedir o dinheiro de volta. A eDreams só reembolsou o valor total após a nossa intervenção.

05 setembro 2018
Viagem cancelada causa braço de ferro entre eDreams e SATA

iStock

O nosso associado Nuno Martins comprou uma viagem para os Açores através do site eDreams, por 340,88 euros. Depois de fazer a compra, foi confrontado com uma reserva para uma hora diferente daquela que tinha selecionado. Reclamou junto da eDreams, que lhe disse ter havido uma alteração nos horários dos voos da SATA, à qual era totalmente alheia.

Nuno tentou reagendar a viagem, mas o seu pedido foi sempre rejeitado. Para todas as datas que propôs, a eDreams alegava que a SATA não autorizava a alteração.

Sem conseguir reserva para os horários pretendidos, o nosso associado optou pelo cancelamento e pelo pedido de devolução do valor dos bilhetes. Além disso, exigiu uma compensação pelo cancelamento do hotel, uma vez que tivera de pagar uma caução de reserva, no valor de 100 euros.

A eDreams aceitou parte da reivindicação. Comprometeu-se a reembolsar Nuno no valor da viagem, mas remeteu para a companhia aérea uma eventual compensação pelos gastos com o hotel.

Nuno reportou a situação à SATA. Porém, a transportadora alegou que só a eDreams era responsável por não ter encontrado uma alternativa para o nosso associado. Por sua vez, a eDreams justificou-se com o facto de estar limitada às datas e aos horários de voos disponibilizados pela companhia aérea. O nosso associado viu-se num beco sem saída. Entretanto, a eDreams reembolsou Nuno, mas só em 286,54 euros.

O associado pediu o apoio do nosso serviço de informação. Relembrámos a eDreams da parte do reembolso em falta, e a empresa pagou os € 54,34 a Nuno. Este não recebeu mais nenhuma compensação, mas conseguiu remarcar a viagem para as datas inicialmente previstas.

Em caso de conflito de consumo com uma empresa, exponha o caso na nossa plataforma Reclamar. Além de poder encontrar casos semelhantes de outros consumidores que ajudem a ultrapassar a situação, é possível pedir a ajuda dos nossos especialistas.

Reclamar de uma empresa

 

 

Este artigo pode ser reproduzido para fins não-comerciais se for indicada a fonte e contiver uma ligação para esta página. Ver Termos e Condições.