Notícias

Mais Praia: mais de 1300 votos em 367 praias

30 setembro 2015 Arquivado

30 setembro 2015 Arquivado

Desde o lançamento, em julho, da plataforma Mais praia, mais de 1300 consumidores elaboraram um ranking. As 82 reclamações guiaram-nos aos problemas mais recorrentes: acessibilidades, limpeza da praia e presença indevida de animais. Em 2016, voltaremos com mais e melhor informação.

A nossa plataforma Mais Praia, aberta à opinião dos veraneantes, vai arrumar temporariamente o chapéu e a toalha até à próxima época balnear. Mas pode sugerir melhorias durante todo o ano para maispraia@deco.proteste.pt.

Muitos dos 20 mil que visitaram a nossa plataforma votaram e classificaram vários aspetos (qualidade da água, limpeza e acessos, entre outros) numa escala de 5 estrelas. 

Top das praias marítimas urbanas 
1. Praia de Santo Amaro (Oeiras)
2. Praia da Torre (Oeiras)
3. Praia Formosa (Vila do Porto, Ilha de Santa Maria)
4. Praia de Cabanas – Mar (Tavira)
5. Praia de Carcavelos (Cascais)

Top das praias fluviais 
1. Praia da Albufeira da Tapada Grande (Mértola)
2. Praia de Loriga (Seia) 
3. Unhais da Serra (Covilhã) 
4. Aldeia do Mato (Abrantes)
5. Praia da Ribeira (Macedo de Cavaleiros)  

Santo Amaro de Oeiras ficou em primeiro lugar entre as praias marítimas.
Santo Amaro de Oeiras ficou em primeiro lugar entre as praias marítimas.
A praia fluvial da Albufeira da Tapada Grande, em Mértola, liderou o ranking.
A praia fluvial da Albufeira da Tapada Grande, em Mértola, liderou o ranking.

Chegaram-nos 82 reclamações através da plataforma, que tratamos de re-encaminhar à entidade responsável (Agência Portuguesa do Ambiente, autoridade regional de saúde, câmara municipal ou Polícia Marítima, consoante o problema). 

A nossa plataforma apresenta as condições de cada praia e os resultados das análises oficiais à água. É possível também aceder a informações úteis: duração da época balnear, galardões Bandeira Azul e Praia Acessível, vigilância, equipamentos e estacionamento, entre outros. 

A Agência Portuguesa do Ambiente, o Sistema Nacional de Informação de Recursos Hídricos, a Associação Bandeira Azul da Europa e o Instituto Nacional para a Reabilitação - Programa “Praia Acessível - Praia para Todos!” serviram de base para a informação que divulgamos.

Imprimir Enviar por e-mail