Notícias

Empresas de rent-a-car: maiores no fundo da tabela

23 julho 2013

Mais de metade dos consumidores que alugaram um carro dizem-se bastante satisfeitos com o serviço. Europcar, Hertz e Avis, três das empresas com maior quota de mercado em Portugal, são as menos apreciadas por quem recorreu a estes serviços nos últimos três anos.

10 dicas para alugar um carro

Alugar um carro deveria ser um processo simples e sem grande stresse envolvido, quanto mais não seja porque está geralmente relacionado com o período de férias. Mas nem sempre assim é. Siga as dicas de quem já recorreu aos serviços de um rent-a-car, para não ser apanhado desprevenido.

  1. Faça uma atenta pesquisa de mercado. Compare tarifas em diferentes empresas de rent-a-car, tendo em atenção que aos preços anunciados podem corresponder serviços distintos. Ao visitar os sítios online destas empresas, certifique-se de que compara o que é comparável e averigue se não há "extras" escondidos. Um bom sítio deve: referir todos os seguros incluídos na tarifa de base; dar uma ideia aproximada do tamanho e da capacidade do carro; fornecer um mapa e o horário para levantar o veículo; mostrar as tarifas aplicadas aos "extras", como condutores adicionais; permitir que inclua os pormenores do seu voo, para levantamentos no aeroporto; não cobrar taxas adicionais por pagamentos com cartão de crédito.
  2. Verifique os seguros incluídos. O excesso de carga pode ter um custo bastante elevado. Pode reduzi-lo se contratar uma cobertura extra para o seguro, mas esta opção dependerá muito da empresa em causa e acabará por encarecer o custo final do aluguer. Antes de assinar o contrato, pergunte quanto pagará a mais pela carga adicional e quanto custa reduzir a sua responsabilidade.
  3. Leia as letras pequeninas. Os contratos de aluguer de veículos podem ser difíceis de perceber. Se não tem a certeza do que vai assinar, exija que lhe expliquem todos os termos do documento. Antes de assinar, verifique quais são as condições de cancelamento do contrato. Algumas companhias aceitam o cancelamento num curto espaço de tempo sem impor comissões, mas também há empresas menos generosas. Pergunte o que fazer em caso de avaria do veículo (telefone para a empresa, se necessário) e o que acontece se o carro sofrer danos que não sejam da sua responsabilidade. Peça um número de telefone e um nome de contacto.
  4. Não se esqueça dos pneus e dos para-brisas. Mesmo que tenha subscrito a cobertura extra do seguro, pode não estar protegido contra danos nos pneus e no para-brisas. Pergunte se é possível incluí-los na cobertura, ainda que a troco de um pagamento adicional. Quando for levantar o carro, verifique o estado de todos os pneus, incluindo o sobressalente e informe o funcionário se detetar problemas.
  5. Informe-se sobre a caução. As cauções podem ser elevadas e, por vezes, são retiradas diretamente da conta bancária. Para não ser apanhado desprevenido, pergunte quanto irá pagar e certifique-se de que tem saldo suficiente para cobrir a caução e o resto das despesas das férias. 
  6. Questione como deve ser feito o abastecimento do veículo. As políticas de abastecimento variam em função da empresa. O ideal é entregarem-lhe o carro com o depósito cheio e exigirem que o devolva com o depósito igualmente cheio.
  7. Pergunte sobre as restrições ao aluguer. Algumas companhias cobram uma taxa adicional quando o condutor tem menos de 21 anos. Outras só permitem que carros de alta cilindrada sejam conduzidos por clientes acima dos 25 anos. Há também empresas que pedem uma taxa adicional ou não permitem alugueres a maiores de 70 anos.
  8. Informe-se sobre o que acontece em caso de atraso. Os atrasos são comuns. E se é verdade que algumas empresas esperam, por exemplo, por voos atrasados, outras, não. As que esperam poderão aplicar-lhe custos extra. Pergunte quanto (e se) paga por eventuais atrasos e como pode levantar o carro fora das horas de expediente. 
  9. Siga os procedimentos de entrega definidos pela empresa. Qualquer consumidor pode ser acusado por danos no carro, mesmo depois de o entregar (sobretudo se o fizer fora de horas). Inspecione cuidadosamente o carro antes de o levantar. Quando o devolver, sempre que possível, faça-o no local combinado com a empresa e peça um recibo que ateste estar tudo bem. Se tiver mesmo de o deixar fora de horas, tire fotos ao carro ou faça um vídeo que comprove que o deixou em boas condições.
  10. Analise o extrato bancário. As empresas de rent-a-car ficam com uma cópia do seu cartão de crédito, para o caso de terem de lhe cobrar eventuais danos na viatura. Se for o caso, é provável que o dinheiro saia da sua conta sem se aperceber. Quando regressar a casa das férias, veja o seu extrato bancário com atenção, para se certificar do que foi ou não cobrado. No caso de ter havido uma cobrança abusiva, reclame junto da empresa e do banco.