Dicas

Ração para gatos: poupe € 215 por ano

28 dezembro 2015

28 dezembro 2015

As marcas testadas falham sobretudo na gordura e na proteína. Ainda assim, encontrámos boas opções para alimentar o seu gato e poupar no orçamento familiar.

Consultório da veterinária

Para completar o estudo, demos voz às preferências de quatro gatos da Grande Lisboa e pedimos à veterinária Catarina Cruz que comentasse os seus hábitos alimentares.

Chica, 7 anos, Odivelas Pedacinhos de alface e verduras são as suas perdições, mas a dieta principal passa mesmo pela ração seca, já que as restantes iguarias humanas não lhe despertam interesse. Embora seja esterilizada, nem sempre consome alimentos próprios para a sua condição, que contêm menos gordura. Quando os donos lhe colocam ração normal na tigela, que é mais calórica, têm o cuidado de reduzir a quantidade de alimento, para controlar o peso da gata. A grande excentricidade de Chica é roer metal e plástico.

Conselho “À partida, a alface e as verduras não são tóxicas, mas alguns gatos podem desenvolver hipersensibilidades e sofrer diarreias ou alergias na pele. A ração para gato normal é mais calórica, pelo que reduzir a quantidade de alimento no caso da Chica, que é esterilizada, está correto. Quanto a roer plástico e metal, parece comportamental. A gatinha pode achar a brincadeira divertida.”


Chica gosta de alface e de roer plástico e metal.
Chica gosta de alface e de roer plástico e metal.

Ziggy, 9 anos, Almada Com a sua farta pelagem, diz quem o conhece que Ziggy “é um senhor”. Comida de humanos não é para ele: só gosta de ração. Nem mesmo com as latinhas de alimento húmido se entusiasma muito. A ração que consome, além de ser própria para gatos esterilizados, ajuda a digerir as bolas de pelo.

Conselho “Os gatos têm hábitos de higiene criteriosos. O organismo está preparado para expelir o pelo ingerido. Mas, por vezes, há acumulação no estômago, mesmo em gatos com pelagem curta. Algumas rações ou suplementos alimentares ajudam a digerir as bolas de pelo.”

Ziggy consome ração que ajuda a digerir as bolas de pelo.
Ziggy consome ração que ajuda a digerir as bolas de pelo.

Margarida, 9 anos, Lisboa O cheiro das latinhas de comida húmida tem o condão de atrair Margarida. Complementa a ração seca para gatos esterilizados com este miminho ocasional. De comida de pessoas, não gosta. Mas tem o hábito de roer plástico e beber água corrente.

Conselho “O alimento húmido é como o bife com batatas fritas nos humanos: só deve ser consumido de vez em quando. Muitos gatos gostam de água corrente, mas este hábito pode fazê-los desinteressar-se da água da tigela, o que não é positivo. Os gatos devem beber água.”

Margarida tem o hábito de beber água corrente.
Margarida tem o hábito de beber água corrente.

Boris, 5 anos, Lisboa Há gatos que não gostam de comida de gente. Não é o caso de Boris. A ração seca é coroada, de vez em quando, com pedacinhos minúsculos de alimentos próprios para seres humanos. Cenoura cozida, uma lambidela nos restos do prato da sopa, tosta, bolacha maria, carne crua sem gordura, peixe cozido sem condimentos e até creme de abacate fazem deste gato um gourmet. Nas “festas”, tem direito a uma latinha de comida húmida. No dia a dia, alterna um saco de comida seca para gatos esterilizados com outro de ração especial para a proteção do trato urinário. Há algum tempo, passou por uma situação de stresse, relacionada com a doença de um dos elementos da família, e sofreu uma infeção urinária. Durante oito meses, consumiu ração especial, prescrita pelo veterinário. Agora, troca-a com a normal.

Conselho “Se a quantidade e a frequência dos hábitos do gatinho forem muito moderadas, não há problema, mas a comida não deve ter condimentos. A bolacha e a tosta são os mais prejudiciais, pois contêm amido. Por outro lado, os gatos são muito sensíveis ao stresse, que pode originar infeções urinárias. Esta situação ocorre sobretudo em machos esterilizados. A ração terapêutica destina-se a prevenir e tratar.”

Boris gosta de petiscar comida de humanos.
Boris gosta de petiscar comida de humanos.