Cartas-tipo

Exigência de indemnização a agência de viagens (por incumprimento do contrato)

16 fevereiro 2017
carta-tipo

16 fevereiro 2017
Por correio registado ou e-mail, uma reclamação por escrito serve de prova e pode ser decisiva para resolver o seu conflito. Identifique bem quem envia, o destinatário e a data e exponha claramente os factos. Guarde cópias do envio.
Nome e morada completa do remetente

Nome e morada completa do destinatário

Localidade e data


Carta registada com aviso de receção

Assunto: Viagem organizada à República Dominicana, entre 12 e 18 de abril.

Exmos. Senhores,

Venho, por este meio, comunicar a V. Exas. que, na viagem à República Dominicana, recentemente organizada pela vossa agência, entre os dias 12 e 18 de abril, ocorreram factos que denotam negligência da vossa parte e também desrespeito pelos direitos dos vossos clientes.

Como sabem, contratámos 1 semana de férias numa estância balnear dotada de todas as infraestruturas habituais nos circuitos turísticos internacionais, com alojamento no Hotel Excelsior (de quatro estrelas). Estas condições aliciantes pareciam ser sobejamente confirmadas pelos folhetos que nos foram entregues, onde abundavam fotografias de praias paradisíacas e dos interiores do hotel, que parecia bastante confortável e até luxuoso.

No entanto, chegados ao local, fomos literalmente “despejados” num hotel, chamado Eden, que nada tinha de luxuoso, muito pelo contrário: os quartos eram mal arejados e não tinham ar condicionado, a roupa das camas tinha péssimo aspeto e não havia casas de banho privativas (além disso, as que existiam apresentavam um cheiro nauseabundo). Como é óbvio, manifestámos imediatamente a nossa insatisfação, mas o vosso representante, Sr. Rui Vieira, apenas nos disse que a responsabilidade pelo sucedido cabia à agência local que tinham subcontratado e que a transferência para outro hotel era impossível, pois estavam todos lotados. Assim, porque não tínhamos alternativa, lá ficámos no Hotel Eden, à espera que os dias passassem. Nem sequer aproveitámos a praia, pois, apesar de esta ser bonita, o acesso fazia-se necessariamente através de um bairro de marginais, havendo outros hóspedes do hotel que chegaram a ser atacados e roubados.
Pelas razões apontadas, consideramos que as nossas expectativas foram totalmente frustradas e que a vossa agência não cumpriu minimamente o contrato celebrado. Assim, vimos, por este meio, exigir a restituição do montante total pago (€ 1000), já que, embora tenhamos feito a viagem até à República Dominicana, temos o direito de ser compensados pelos incómodos e prejuízos que a situação descrita provocou.

Passaremos pela vossa agência durante a próxima semana, a fim de sermos reembolsados da referida quantia. Perante uma eventual recusa, informamos que daremos conhecimento do sucedido ao Turismo de Portugal.

Sem outro assunto de momento, apresentamos os nossos melhores cumprimentos e subscrevemo-nos,


(Assinaturas)

Anexos: Cópias do contrato, do folheto de promoção e do recibo.


Imprimir Enviar por e-mail