Notícias

Saúde infantil: pais satisfeitos com o médico

02 outubro 2017
Thumbnail: cuidados de saúde infantil

São sobretudo as mães quem está ao comando dos cuidados de saúde dos miúdos e, quando surge um problema, tendem a correr para as urgências, revela o nosso inquérito que abrange crianças até aos 6 anos.

Olhos e dentes vigiados

Cerca de sete em dez pais dizem nunca ter levado os filhos ao oftalmologista, em especial nos primeiros tempos de vida. À medida que a idade avança, as visitas aumentam. Mas quando se deve fazer um exame de visão pela primeira vez? O bebé é sujeito a testes logo após o nascimento. Depois, nas consultas de rotina, o médico vai acompanhando a evolução da criança, incluindo a visão, e está atento a sinais de alerta. A menos que surjam suspeitas de complicações, como catarata, glaucoma ou doenças genéticas, situações em que, de acordo com o Plano Nacional de Saúde, devem ser feitos exames nos dois primeiros meses de vida, recomenda-se um rastreio até aos 2 anos e outro entre os 2 e os 5 anos.

Seis em dez pais revelam também nunca ter levado os filhos ao dentista, embora a frequência das visitas aumente igualmente com a idade. O médico que segue a criança nas consultas de rotina avalia ainda a saúde oral e faz recomendações aos pais sobre medidas de higiene, a qual deve ser iniciada com o despontar do primeiro dente. Escovagem suave ou limpeza com uma compressa ou dedeira são opções nos primeiros tempos. Em caso de problemas, o médico encaminha para um dentista.