Notícias

Produtos para bebé: 1652 mães indicam os mais úteis

Início

Antes de investir no enxoval do bebé, ouça as vozes da experiência. Mais de metade das 1652 mães que inquirimos têm objetos, como marsúpios, móbiles e termómetro, cuja utilidade consideram duvidosa.

  • Dossiê técnico
  • Ana Almeida
  • Texto
  • Fátima Ramos
31 julho 2018
  • Dossiê técnico
  • Ana Almeida
  • Texto
  • Fátima Ramos
produtos bebe

iStock

As fraldas descartáveis surgem, sem surpresas, no primeiro lugar do top da utilidade de produtos para bebé, na opinião de 1652 mães de crianças até aos 6 anos que responderam ao nosso inquérito sobre o tema, em outubro de 2017. Já o marsúpio e a bomba de tirar leite elétrica são produtos com menor préstimo, em 46 produtos que propusemos para avaliação da utilidade. No total, as mães pronunciaram-se sobre 52 produtos, mas, nalguns casos, como no dos carrinhos de passeio, das cadeiras auto e das camas de grades, a serventia é tão óbvia que não a questionámos.

Além de fraldas descartáveis e toalhitas, mais de 90% dos lares têm uma banheira para o bebé, creme muda-fraldas, carrinho de passeio, cama de grades e cadeira alta para comer. Outros produtos são bastante mais raros. O patim para acoplar ao carrinho de passeio, que permite transportar uma criança de pé, foi assinalado por apenas 3% das inquiridas e, destas, apenas metade considerou a aposta útil.

O robô específico para cozinhar ou triturar a comida do bebé está presente em apenas 10% das casas. A grande maioria utiliza-o com frequência, considera-o útil e está muito satisfeita. Mas, na verdade, qualquer máquina para cozinhar ou triturar desempenha este papel, não sendo necessária uma específica para bebé. A banheira-balde ou shantala, com formato vertical, e a insuflável não têm grande vantagem, segundo um terço das inquiridas que as têm em casa.

Produtos mais fiáveis e seguros

Em muitos casos, mesmo antes de pensarem na real utilidade dos produtos, os pais preocupam-se com a fiabilidade e querem saber se são seguros para os príncipes da casa. Mais do que em qualquer outro setor, as marcas sabem que jogam aqui o seu prestígio e parecem fazê-lo bem: a experiência das inquiridas mostra que a incidência de problemas durante a vida dos produtos para bebé é relativamente baixa. Os carrinhos, as cadeiras para encaixar na mesa e os carrinhos de passeio são os que reúnem mais queixas. Ainda assim, só 17% das mães tiveram problemas com os dois primeiros e 14%, com os últimos.

Os resultados do inquérito revelam diferenças entre as marcas no que respeita à satisfação. Porém, só duas obtiveram resultados abaixo da média: a Jané, nos carrinhos de bebé e nas cadeiras auto, e a Asalvo, nos carrinhos de passeio.

As bombas manuais para extrair leite são, no global, o grupo de produtos que menos agrada às consumidoras: a nota máxima pertence à Nuk e a mínima à Bébé Confort. Em geral, as mães não gostam deste sistema, preferindo as bombas elétricas. Descubra as marcas preferidas das consumidoras no menu "Satisfação com as marcas". 

Guardar ou dar

Os produtos adquiridos aquando do nascimento do bebé ou durante os primeiros anos da infância têm vida curta. Depois, a maioria fica guardada em casa ou é oferecida. Poucos pais optam por rentabilizá-los. Os que apostam nesta solução vendem online carrinhos, slings (panos para transportar o bebé), marsúpios e cadeiras auto. Os brinquedos, livros, DVD e roupa que não ficam no círculo próximo seguem, principalmente, para instituições de caridade.

A compra de produtos em segunda mão, que pode ser vantajosa do ponto de vista económico, representa uma pequena fatia: apenas entre 2% (brinquedos) e 7% das mães (cadeiras de passeio, alcofas, panos e marsúpios) admitem ter escolhido esta modalidade. Os brinquedos são bons candidatos a isso, até porque muitos permanecem intactos: 44% das mães reconhecem que, por vezes, os seus filhos não brincam com o que recebem, porque perdem rapidamente o interesse ou têm muitas opções.

 

Este artigo pode ser reproduzido para fins não-comerciais se for indicada a fonte e contiver uma ligação para esta página. Ver Termos e Condições.