Notícias

Cadeiras de refeição para bebés: testámos 15 modelos

Início

Pedimos a 14 pais que experimentassem os modelos analisados e nos dessem a sua opinião, para complementar os nossos testes.

03 janeiro 2018
cadeiras

Thinkstock

Quando o bebé já se consegue sentar, convém investir numa cadeira de refeição, para descanso dos pais e conforto e aprendizagem da criança. Mas os critérios que pesam na escolha da cadeira variam. Tem influência a personalidade da criança, se é mais calma ou mais irrequieta, o espaço em casa, pois há modelos mais volumosos do que outros, a facilidade de limpeza, mas também o conforto, sobretudo quando a criança demora a comer e tem de ficar sentada mais tempo. Daí, além dos testes em laboratório, termos pedido a colaboração dos pais e das crianças para experimentarem as cadeiras e darem a sua opinião.Para tal, apelámos à sua colaboração na nossa página da rede social Facebook. Muitos pais manifestaram interesse, mas, como queríamos que cada lar experimentasse duas cadeiras, tivemos de limitar o número de participantes. No total, 14 pais colaboraram no teste.

Só enviámos as cadeiras após sabermos que tinham sido bem avaliadas nos testes de segurança e estabilidade. Ao receberem as cadeiras, os pais tinham de montá-las, sentar os pequenotes e dar-lhes de comer, limpá-las e arrumá-las. De seguida, preencheram um questionário onde deram a sua opinião. Cada modelo foi avaliado por duas famílias diferentes. Encontra os pontos positivos e negativos apresentados pelos pais nas fichas de cada produto. Também recolhemos o testemunho de alguns pais.

Conheça no vídeo os aspetos mais valorizados numa cadeira.

 


Imprimir Enviar por e-mail