Dicas

Micro-ondas têm lugar numa cozinha saudável

01 setembro 2015

01 setembro 2015

Cozinhar com menos gordura, sal e água e de forma mais rápida do que os métodos tradicionais são as grandes vantagens dos micro-ondas. Se forem usados de forma adequada, são seguros.

O micro-ondas permite aquecer e descongelar rapidamente pequenas quantidades de comida, bem como cozinhar com menos gordura, sal e água do que numa cozedura tradicional, preservando as vitaminas.

Estes aparelhos trabalham com ondas eletromagnéticas que agitam as moléculas dos alimentos e quebram as ligações entre as moléculas de água, para os aquecer. Se cumprirem as normas de segurança, não representam perigo para a comida nem para os utilizadores. Nos últimos estudos, não encontrãmos modelos com fugas de radiação superiores ao admissível, nem com defeitos que impliquem risco de eletrocussão. Já ao nível da segurança térmica, existem vários problemas, como poderá confirmar através dos resultados dos nossos testes.

Cozinhados seguros
Escolhido um modelo seguro, importa mantê-lo em perfeito estado de funcionamento. Verifique regularmente se a porta fecha bem e se o vidro se mantém intacto. Na utilização diária, é essencial seguir algumas regras básicas para cozinhar em segurança no micro-ondas:

  • não ligue o forno vazio e mantenha as entradas de ar completamente desobstruídas;
    utilize apenas recipientes próprios para micro-ondas, de preferência, redondos ou ovais, para evitar que os alimentos fiquem mais ressequidos nos cantos (acontece em recipientes quadrados ou retangulares);
  • não use recipientes ou utensílios metálicos no micro-ondas, incluindo papel de alumínio. O metal impede a passagem da radiação, pelo que o alimento não aquece. Além disso, arrisca-se a danificar o equipamento ou provocar “faíscas” no interior do mesmo;
  • cubra os alimentos que vai aquecer ou cozinhar. Além de evitar salpicos, permite uma melhor distribuição do calor e evita que os alimentos fiquem ressequidos.
    para um aquecimento mais uniforme, mantenha a função “prato giratório” ativada e mexa a comida durante o aquecimento. Se possível, aqueça alimentos de tamanhos idênticos - os alimentos pequenos aquecem mais depressa;
  • se quiser cozinhar ovos, retire-lhes a casca e fure a gema. Caso pretenda aquecer um ovo cozido, corte-o previamente, para evitar que “expluda”;
  • não ferva água. Se o fizer e lhe juntar, por exemplo, café ou chá, pode queimar-se: nesse momento, a água fervente ou próxima desse ponto, sofre uma “nova ebulição” repentina, que gera uma bolha e pode atingir a pele. Mais: se deixar ferver líquidos no interior do forno durante algum tempo, estes podem derramar danificar o aparelho.

Limpeza à medida
A limpeza do micro-ondas não é difícil nem envolve grandes segredos, mas convém que seja feita preceito, para manter o aparelho em boas condições.

  • Retire os acessórios do interior do forno (prato, anel do prato e outros) e lave-os com uma esponja e detergente. Enxague bem e seque.
  • Limpe o interior do micro-ondas com um pano ou uma esponja macios e húmidos e detergente da loiça. Evite a entrada de espuma no orifício de circulação. Remova os resíduos detergente e seque.
  • Para as superfícies exteriores, use também um pano húmido com água e detergente. Evite produtos abrasivos que possam danificar o painel.