Como testamos

Máquinas de lavar roupa: como testamos

Mão a colocar peças de roupa colorida dentro do tambor da máquina de lavar roupa.

Em laboratório, registamos o consumo de electricidade e de água, a eficácia contra as nódoas, a quantidade de água que fica na roupa e os vestígios de detergente após a lavagem. Saiba como testamos máquinas de lavar roupa.

Todos os anos testamos, em laboratório, dezenas de novas máquinas de lavar roupa. Fazemos a seleção com base numa análise de mercado: tendências, novidades e os modelos de máquinas mais vendidos.

Atualmente, testamos, sobretudo, modelos de carga frontal, de diferentes preços, com capacidade para mais de 7 quilos. O principal critério avaliado é a eficácia da lavagem. Pode ver os resultados nos nossos testes a máquinas de lavar roupa.

Eficácia da lavagem

Quase todas as máquinas de lavar roupa têm muitos e variados programas, o que torna difícil a comparação. É por isso que limitamos o nosso teste aos programas mais usados: o programa para algodão e para roupa sintética. 

Programa de algodão a 40ºC

Para avaliar a eficácia da lavagem no programa de algodão a 40ºC, enchemos o tambor da máquina até 80% da capacidade anunciada. Por exemplo, numa máquina com capacidade de carga de 10 kg, colocamos 8 kg de roupa. Esta quantidade corresponde à roupa que pode colocar facilmente no tambor, sem que fique excessivamente esmagada, e permitindo, assim, que rode no tambor, contra as paredes, simulando o ato de esfregar a roupa no tanque. Deixámos de testar o programa a 60°C porque os nossos inquéritos mostram que os consumidores usam, cada vez mais, o programa a 40 graus.

Programa sintético a 40ºC

Para testarmos este programa, colocamos no tambor a carga máxima anunciada na máquina para o mesmo. Normalmente, corresponde a cerca de metade da carga máxima no programa de algodão. Como o programa sintético está presente em todos os modelos e é amplamente utilizado, é fácil de comparar os modelos entre si.

Para os nossos testes, enchemos as máquinas de lavar com roupa suja de batom, vinho ou gelado de chocolate, entre outras sujidades ou nódoas. Após a lavagem, avaliamos o resultado utilizando uma técnica em que uma luz especial reflete no local da mancha. Visto que as nódoas podem variar entre lavagens, comparamos sempre os resultados com os de uma máquina de referência da mesma categoria.

Para atribuir uma pontuação, fazemos a média dos resultados de três lavagens. No entanto, se lavagens diferentes com a mesma máquina produzirem resultados muito diferentes, fazemos mais duas lavagens para tirar conclusões.

Enxaguamento e centrifugação

O enxaguamento é o ponto fraco de todas as máquinas de lavar. Os fabricantes tentam limitar o consumo de água, mas, infelizmente, isso geralmente ocorre penalizando o enxaguamento.

Se a roupa não for enxaguada corretamente, podem permanecer resíduos de detergente e provocar reações alérgicas em pessoas com pele sensível. Fazemos o teste à água do enxaguamento para medir o valor do pH. Desta forma, podemos determinar a quantidade de detergente que ficou na roupa.

Para avaliar a centrifugação, pesamos a roupa imediatamente assim que acaba o programa de lavagem. A diferença entre esse peso e o peso da roupa seca corresponde à quantidade restante de água de lavagem e de enxaguamento.

Consumo de eletricidade e água

Também medimos o consumo das máquinas de lavar roupa durante uma lavagem completa. Nos resultados do nosso teste, indicamos apenas o consumo total, mas também medimos o consumo em determinados momentos durante a lavagem.

Como sabemos quando a máquina se enche de água para o enxaguamento, também podemos verificar a quantidade de água que é necessária para esta função. 

Duração dos programas e facilidade de utilização

Para avaliar a duração dos programas, medimos o tempo de cada lavagem.

No laboratório, os especialistas avaliam a facilidade de utilização das máquinas de lavar roupa com base em vários critérios.

  • O manual de instruções. É claro, legível e completo?
  • O acesso. A porta é fácil de abrir e de fechar? A abertura é grande o suficiente para colocar e retirar a roupa com facilidade? A porta abre o suficiente para que possa colocar um cesto de roupa suja à frente da máquina?
  • Gaveta de detergente. É fácil de manusear (segurar, abrir e fechar)? Os diferentes compartimentos são claramente reconhecíveis (por meio de símbolos)?
  • Controlos da máquina. Está claro? Os programas são autoexplicativos? Se houver um botão giratório, gira facilmente e sem muita força?
  • Manutenção. O filtro, a borracha da porta, a gaveta de detergente, entre outros, são fáceis de limpar?
  • Mensagens. A máquina indica o momento do ciclo de lavagem? Avisa quando o ciclo de lavagem termina? Quais são as opções e os programas que estão predefinidos?

Fiabilidade das marcas

A nossa pontuação de fiabilidade da máquina de lavar roupa é baseada nas experiências dos utilizadores, recolhidas nos nossos inquéritos a eletrodomésticos. Perguntamos aos consumidores que máquina compraram, que problemas já tiveram (qual a gravidade e com que frequência). Com base nas respostas calculamos a fiabilidade da marca, que chega a 12% da avaliação final dos aparelhos.